Sebastião Salgado ganha prêmio pelo conjunto de seu trabalho em festival de fotojornalismo francês

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado vive em Paris (18/05/21).
O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado vive em Paris (18/05/21). JOEL SAGET AFP

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado acaba de ser premiado neste sábado (4) com o Visa de Ouro de Honra da revista Figaro pelo conjunto de sua obra no festival de fotojornalismo Visa pour l'Image, que acontece em Perpignan, no sul da França.

Publicidade

Patricia Moribe, enviada especial a Perpignan

O prêmio é dedicado a fotógrafos confirmados e ainda em plena atividade. Aos 77 anos, radicado na França e exercendo a fotografia desde os anos 1970, Sebastião Salgado apresenta atualmente seu trabalho Amazônia, na Philarmonie, em Paris.

Outro grande vencedor desta edição foi um fotógrafo anônimo de Miamar. Por razões óbvias, diante de um regime repressor, ele decidiu manter seu nome sob sigilo. Suas imagens da resistência birmanesa foram publicadas pelo jornal The New York Times.

O festival tem vários outros prêmios e bolsas de incentivo, a partir de parcerias, como é o caso do prêmio de reportagem multimídia, com apoio dos serviços públicos de comunicação da França, incluindo a RFI. Este ano, uma reportagem sobre como a Covid-19 se espalhou no Amazonas, publicada no site do jornal The New York Times, foi a vencedora.

Captura de tela da reportagem do site do jornal The New York Times sobre a epidemina deflagrada pelo rio Amazonas.
Captura de tela da reportagem do site do jornal The New York Times sobre a epidemina deflagrada pelo rio Amazonas. © captura de tela

Outra fotojornalista publicada pelo New York Times, Mary F. Calvart, recebeu o prêmio Pierre e Alexandra Boulat, sobre os traumas de vitimas de violência sexual no exército americano.

O prêmio para a melhor reportagem sobre as ameaças ao meio ambiente foi para Gabriele Cecconi, que trabalhou o tema da crise migratória da minoria Rohingya fugindo de Miamar para o Bangladesh. O fotógrafo retratou as consequências ambientais desse movimento humano.

Prêmios para fotógrafas

A americana Acacia Johnson recebeu apoio da patrocinadora Canon para desenvolver um projeto sobre pilotos que viajam para áreas longinquas do Alaska. Já para a categoria de video documentário de curta-metragem, o francês Camille Millerand foi o escolhido com o seu projeto em curso sobre trabalhadores ilegais imprescindíveis para a economia francesa.

O ministério da Cultura da França estimula projetos de mulheres fotojornalistas, como a americana Darcy Padilla, que expõe este ano fotos sobre a maior lavanderia do mundo, em Chicago, que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, com 300 maquinas. As instalações acabam servindo de ponto de encontro da comunidade local, principalmente hispânica. Outra contemplada é a francesa Axelle de Russé, que trabalha sobre barrigas de aluguel na Ucrânia.

A venezuelana Ana Maria Arevalo Gosen recebeu o prêmio Camille Lepage para seu projeto em andamento sobre a detenção de mulheres na América Latina. Um outro trabalho na região, sobre venezuelanos que atravessam a Colômbia para chegar a outros países, de Nicolò Filippo Rosso recebeu o prêmio ANI-PixTrakk.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha escolheu o trabalho de Antoine Agoudjian sobre a ameaca sofrida pela população armênia, uma reportagem publicada pela revista do jornal Le Figaro.

O prêmio Visa de Ouro categoria revista foi para o trabalho de Jérémy Lempin sobre um cavalo, o doutor Peyo, e seu cuidador Hassen. O animal é utilizado em um hospital de Calais, no norte da França, para terapia de doentes em estado terminal.

O prêmio da cidade de Perpignan – Rémi Ochlik – foi para a palestina Fatima Shbair, que documenta o duro cotidiano na Faixa de Gaza. O dinamarquês Asger Ladefoged , do jornal Berlingske recebeu o Visa de Ouro de Imprensa diária.

A gigante Google patrocina o prêmio da nova fotografia urbana, que este ano foi para Cebos Nalcakan, que desenvolve seu trabalho no norte de Paris.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI