Montadoras

BMW e Rolls Royce fazem recall de mais 350 mil modelos

Sede da BMW em Munique, na Alemanha.
Sede da BMW em Munique, na Alemanha. Softeis/GNU

A montadora alemã BMW anunciou nesta sexta-feira um recall de centenas de milhares de carros em todo o mundo, incluindo modelos da sua marca de luxo Rolls Royce.

Publicidade

O recall se deve a um problema no sistema de freios, que pode se tornar mais difícil de ser acionado após um uso prolongado do veículo. A empresa pretende recolher 345 mil BMW e 5.800 Rolls-Royce. Os Estados Unidos são o mercado mais atingido pelo recall, com quase 200 mil carros.

Os clientes da montadora são convocados para ir à oficina autorizada mais próxima para trocar a peça por precaução. Um porta-voz da BMW ressaltou que nem todos os veículos apresentam necessariamente o problema, e que até agora o defeito não causou nenhum acidente.

Em visita ao Salão do Automóvel de Paris, Ian Robertson, diretor e vendas da BMW, afirmou que o risco é apenas potencial. "É certamente um grande número de carros, mas não passa de uma pequena porcentagem do número de veículos que vendemos no mundo", afirmou. No ano passado a empresa vendeu mais de um milhão de BMW e mil e dois Rolls-Royce em todos o mundo.

Ian Robertson recusou qualquer comparação com o caso da Toyota, que fez um recall de 10 milhões de carros no início do ano opr causa de graves problemas técnicos. As declarações tranquilizadoras não impediram que as ações da empresa tivessem uma queda acentuada hoje na bolsa de Frankfurt

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.