O Mundo Agora

EUA mantêm as rédeas do G20

Áudio 05:09
Os países ricos e emergentes concordaram em parar de desvalorizar suas moedas para sustentar o crescimento mundial.
Os países ricos e emergentes concordaram em parar de desvalorizar suas moedas para sustentar o crescimento mundial. Reuters

Alguns idealistas – ou inocentes – pensaram que o G20, criado no meio da pior crise econômica desde a Grande Depressão de 1929, era uma maneira de reconhecer o novo poderio dos países emergentes, que agora iriam participar das decisões estratégicas em pé de igualdade com o mundo rico. Ledo engano! Desde o início, esse novo “G”, que reúne quase 80% do PIB mundial, foi um abraço de urso: trazer os emergentes para a mesa de decisões dos ricos para melhor discipliná-los. Ouça a crônica de política internacional de Alfredo Valladão: