Crise financeira/Euro

Líderes da União Europeia voltam a descartar explosão da zona euro

A chanceler alemã, Angela Merkel.
A chanceler alemã, Angela Merkel. Reuters

Nicolas Sarkozy e Angela Merkel discutem nesta quinta-feira por telefone a ajuda financeira que a União Europeia deve dar à Irlanda. Líderes da União Europeia descartaram mais uma vez o risco de explosão da zona euro.

Publicidade

A chanceler alemã, Angela Merkel afirmou que não vê a necessidade de nenhum dos 16 países que adotaram a moeda única europeia fazer uma reestruturação de suas dívidas. Ela disse ainda confiar mais na zona euro agora do que durante a crise grega, que estourou no início do ano.

"Tenho certeza que a zona euro vai superar essas turbulências", disse Merkel durante um discurso em Berlim. A chanceler alemã discute esta noite com o presidente francês Nicolas Sarkozy o futuro mecanismo a ser adotado para resolver crises nos países da zona do euro. A Alemanha defende a participação de investimentos privados no novo mecanismo. A ministra francesa da Economia, Christina Lagarde, disse hoje que se entrar dinheiro privado, o novo Fundo de ajuda deverá ser discutido caso a caso.
 

Esse novo mecanismo de ajuda deverá substituir o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, criado durante a crise grega e dotado de 750 bilhões de euros para socorrer países da zona euro em dificuldade. Este Fundo é provisório. Em entrevista ao diário alemão Bild, o diretor do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, Klaus Regling, declarou que não existe perigo algum para o fim da zona euro. "Claro que a crise é grave," disse ele, "mas não é concebível que a moeda afunde", acrescentou.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.