Radar econômico

Candidatos à direção da OMC começam a ser sabatinados

Áudio 04:13
O Brasil apresentou a candidatura do embaixador Roberto Azevedo para a direção-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC.)
O Brasil apresentou a candidatura do embaixador Roberto Azevedo para a direção-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC.) Flickr

Hoje começam as apresentações das propostas dos candidatos para a direção-geral da Organização Mundial do Comércio, a OMC. No final do ano, o embaixador brasileiro Roberto Azevêdo foi o último a apresentar a sua candidatura, fechando assim a lista de nove nomes que disputam o cargo.

Publicidade

Todos serão ouvidos pelos representantes dos 156 países-membros da entidade internacional ao longo da semana. Como chegou por último, Azevêdo foi para o final da fila das apresentações. O seu dia de ser sabatinado é a sexta-feira, ele que há 15 anos representa o Brasil na organização, um dos pontos fortes da sua candidatura. Mas por outro lado, o diplomata jamais foi ministro, ao contrário da maioria de seus concorrentes.

Um dos maiores especialistas em direito internacional do Brasil, Luiz Olavo Baptista, ex-presidente do Órgão de Apelação da Organização Mundial do Comércio e professor da USP, acha que está mais do que na hora de um latinoamericano ser eleito para comandar a entidade.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.