Inflação alta é resultado de política estrutural deficiente, conforme analistas

Áudio 04:04
Alta dos preços do tomate virou símbolo da inflação elevada no Brasil.
Alta dos preços do tomate virou símbolo da inflação elevada no Brasil. Flickr/ par Danilo Reenlsober

A alta da inflação no Brasil preocupa o governo, que nesta semana deve apelar pela elevação dos juros para frear a situação. Os economistas divergem sobre essa solução, já que as taxas aplicadas no país estão entre as mais altas do mundo. Mas analistas ouvidos pela RFI concordam que o real problema da economia brasileira é a política estrutural deficiente.

Publicidade

Celso Grisi, professor de Economia da USP e especialista em comércio exterior, acha que, por enquanto, o uso dos juros para conter a inflação é a melhor alternativa, até para acalmar os investidores.

O pesquisador Carlos Winograd, especialista em economia latino-americana da Paris School of Economics, discorda. Para ele, a alta dos juros para conter a inflação é um remédio que ignora o real o problema, o da falta de uma política de estrutural eficaz. Winograd considera que o Brasil permanece um bom mercado para investimentos, mas é preciso parar com a acumulação de problemas.

O Copom deve dar até amanhã a sua decisão sobre manter ou aumentar a taxa de juros para conter a inflação no país.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.