Radar econômico

Brasil volta a leiloar lotes de reservas de petróleo

Áudio 04:09
Bacia de Potiguar, no Ceará, está entre as que serão leiloadas.
Bacia de Potiguar, no Ceará, está entre as que serão leiloadas. Flickr/ V. Alexandre

Hoje e amanhã, o governo volta a leiloar lotes de exploração de petróleo e gás natural para empresas estrangeiras, o que não acontecia desde 2008. No total, 64 empresas de 21 países se interessaram pelos 289 lotes, situados no norte e no nordeste do país.

Publicidade

A região é pouco explorada, mas tem um grande potencial de produção. Estudos demonstram que a geologia de bacias como a do Parnaíba, Ceará ou Foz do Amazonas é semelhante ao oeste africano, onde jazidas do valioso óleo são exploradas. A estimativa é de que reservas de 9,1 bilhões de barris estejam em jogo, em um leilão que prevê 10% dos royalties para o governo brasileiro. A reabertura dos leilões marca um passo importante na gestão dos recursos naturais, na opinião de Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura.

O leilão provoca também polêmica. Sindicatos e movimentos sociais, além de representantes do próprio governo, são contrários à concessão para empresas estrangeiras sob o argumento de que as riquezas nacionais serão entregues a multinacionais. Porém na visão de Martin Tygel, pesquisador do Centro de Estudos do Petróleo da Unicamp, a Petrobras não conseguia mais desempenhar sozinha o seu papel.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.