França/economia

Ministro francês da Economia propõe “New Deal”

Emmanuel Macron, ministro da Economia, chega ao palácio do Eliseu, em setembro.
Emmanuel Macron, ministro da Economia, chega ao palácio do Eliseu, em setembro. REUTERS/Jacky Naegelen

Emmanuel Macron, ministro da Economia da França, lança a ideia de um “New Deal”. Ele promete acelerar as reformas no país, tendo como contrapartida um programa de investimentos de 300 bilhões de euros por parte da União Europeia. A proposta está em uma entrevista publicada pelo Journal de Dimanche (Jornal de Domingo).

Publicidade

"A Europa precisa de um New Deal", afirmou o ministro, em entrevista publicada após críticas do presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, estimando que a França não deveria se beneficiar de um novo prazo para chegar ao limite europeu de 3% de déficit. “New Deal” foi o termo dado à política intervencionista do presidente americano Franklin Delano Roosevelt para lutar contra os efeitos da Grande Depressão dos anos 1930, nos Estados Unidos.

Segundo Macron, “a França se compromete a levar adiante e até mesmo a intensificar suas reformas”, a partir de uma grande iniciativa da União Europeia para relançar os investimentos de € 300 bilhões. Isso permitira que a França obtivesse € 10 bilhões de euros em investimentos suplementares a cada ano, explicou o ministro.

"Todos ganham"

"Todos ganham com isso, já que hoje em dia todo mundo está perdendo - o desaquecimento da economia alemã é prova disso", avaliou Macron, que considera que a França "deve fazer seu trabalho".

Segundo ele, "a solução está antes de mais nada dentro de casa; não é acusando Bruxelas, Berlim". "A solução está na nossa capacidade de nos reinventar, modernizar o país, libertar a economia, dar possibilidades aos que querem trabalhar, criar, produzir", afirmou.

O ministro, de 37 anos, anunciou também uma nova lei de incentivo econômico deverá ser anunciada nas próximas semanas.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI