Tricampeão da Volta da França diz ser vítima de contaminação alimentar em suspeita de doping.

O Espanhol Alberto Contador.
O Espanhol Alberto Contador. Reuters

A suspensão provisória do ciclista espanhol Alberto Contador de competições internacionais, suspeito de doping, agita o mundo esportivo na França.

Publicidade

O tricampeão da Volta da França, em 2007, 2009 e 2010, teve um controle desfavorável para um anabolizante num teste antidoping realizado no dia 21 de julho passado, no segundo dia de repouso da competição. A União Ciclística Internacional (UCI) confirmou, nessa quarta-feira, a presença de traços mínimos do anabolizante clembuterol e decidiu suspender provisoriamente o ciclista, enquanto aguarda o resultado de novas análises. Contador alega que sofreu uma contaminação alimentar.

O ciclista de 27 anos declarou à rádio espanhola Cadena Cope que se ele tivesse realmente se dopado, o resultado teria dado positivo na semana seguinte ao controle. Contador acredita ter sido vítima de uma contaminação alimentar provocada pela ingestão de um pedaço de carne trazido da Espanha. Os exames revelaram uma concentração muito baixa do produto proibido, 400 vezes inferior ao que os laboratórios de análise antidoping são capazes de revelar.

O clembuterol é um anabolizante empregado no tratamento de problemas respiratórios e da hipertensão. A substância melhora o transporte do oxigênio para o sangue e ajuda a aumentar a massa muscular, ao mesmo tempo em que diminui as taxas de gordura.

A suspeita de doping do tricampeão da Volta da França volta a abalar a imagem do ciclismo profissional, implicado em uma série de escândalos de doping nos últimos anos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.