Cielo reconhece erro de treinamento e muda estratégia

César Cielo, campeão mundial dos 50 e 100 metros livres de natação.
César Cielo, campeão mundial dos 50 e 100 metros livres de natação. Reuters

O nadador brasileiro César Cielo, campeão mundial dos 50 e 100 metros livres deu uma entrevista ao jornal esportivo francês L’Equipe. Cielo fez um balanço da temporada, falou dos treinamentos que recomeçam na próxima semana e da amizade com os adversários franceses.

Publicidade

Apesar da manchete “Os franceses dão medo”, César Cielo destaca a amizade que tem com os nadadores franceses Fabien Gilot, dos 100 metros, e Fred Bousquet, dos 50 metros. Questionado se não seria um problema treinar na mesma piscina com os principais rivais, Cielo respondeu: “nós nos entendemos super bem, a tal ponto que eu esqueço que eles são meus adversários. Até porque se você se nega a ajudar um adversário, isso significa que você já perdeu”, diz o brasileiro. Ele ressalta ainda que Bousquet lhe dá muitos conselhos quanto à respiração, enquanto ele, Cielo, ajuda o francês nas largadas.

Em relação ao local de treinamentos, o nadador brasileiro diz que fica no Rio de Janeiro pelo menos até dezembro. A partir de janeiro, diz ele, depende se a piscina do Flamengo, que está em reforma, já estiver aberta. “Eu já treinei no Brasil durante um tempo, logo após as Olimpíadas de Pequim e o Mundial de Roma. A única coisa que me impediria de ficar no Rio seriam as más condições da piscina e da sala de musculação”, afirma Cielo.

Ele faz ainda um balanço da última temporada, na qual os resultados foram apenas medianos. "Eu busquei mais a quantidade do que a qualidade, ou seja, se eu nadasse mais quilômetros, eu nadaria mais rápido. Grande erro. No próximo ano, eu vou procurar ser mais eficaz, melhorar a parte técnica, trabalhar minha largada e utilizar mais os vídeos", explica o brasileiro.

Cielo recomeça os treinamentos na próxima semana visando a defender os títulos de campeão dos 50 e 100 metros livres no Mundial de Xanghai, na China, em julho do ano que vem.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.