Mineiro comemora resgate com bandeira de time de futebol

O mineiro Jimmy Sánchez agita a bandeira do seu clube de futebol Universidad de Chile ao ser resgatado.
O mineiro Jimmy Sánchez agita a bandeira do seu clube de futebol Universidad de Chile ao ser resgatado. Reuters

O espírito esportivo também participa da alegria do resgate dos mineiros, presos há mais de dois meses a 700 metros de profundidade, no norte do Chile. O mineiro Jimmy Sánchez, o quinto a ser resgatado, foi recebido com muita festa e uma bandeira do seu clube, o Universidad de Chile.

Publicidade

Jimmy Sánchez, 19 anos, um dos 33 mineiros soterrados desde o dia 5 de agosto, comemorou sua subida à superfície, com a bandeira do seu time do coração: o Universidad de Chile. O pai de Jimmy, o primeiro a abraçá-lo, estava vestido com uma camisa do time, conhecido carinhosamente como “La U".

O jovem mineiro recebeu ainda um presente: uma camisa autografada pelo artilheiro da equipe, o argentino Diego Rivarola, que se sensibilizou com o drama do agora famoso torcedor do clube.Vários outros atletas mandaram mensagens de apoio, entre eles Pelé e o atacante espanhol David Villa.

Vale a pena lembrar que entre os mineiros soterrados está o ex-jogador Franklin Lobos, que participou da classificação da seleção chilena para os Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984. Lobos deve ser o 27º mineiro a ser resgatado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.