Jogador Brandão se mostra insatisfeito como reserva no Marselha

O atacante brasileiro do Olympique de Marselha, Brandão
O atacante brasileiro do Olympique de Marselha, Brandão Reuters

O atacante brasileiro foi convocado para começar jogando na partida da noite desta quarta-feira contra o Mônaco, pelas quartas-de-final da Copa da Liga, o que não acontece em jogos considerados mais importantes, quando geralmente ele fica na reserva.

Publicidade

Depois da derrota para o Paris Saint-Germain no domingo, o campeão francês Olympique de Marselha busca uma recuperação na noite desta quarta-feira, em casa, na partida contra o Mônaco. A imprensa francesa publica as reclamações do atacante brasileiro Brandão, que foi contratado no ano passado como titular e, desde o início desta temporada, ficou mais tempo no banco do que jogando nas competições importantes do time do técnico Didier Deschamps.

Os sites dos esportivos L'Equipe e Actu Foot dizem que o jogador quer mais oportunidades para mostrar a que veio e não apenas jogar em partidas menos importantes. No jogo desta quarta-feira, Brandão faz parte da lista dos titulares, mas ainda não sabe se o treinador vai deixá-lo em campo até o final.

O jornalista Elcio Ramalho entrevistou o atacante brasileiro na saída do último jogo contra o PSG, quando Brandão só jogou no finalzinho do segundo tempo. Embora não ameace deixar o clube, ele mostrou sua insatisfação com sua condição de reserva.

"Entendo que o treinador queira dar uma chance aos novos jogadores, mas eu me sinto bem para jogar e não gostaria de ficar no banco. Apesar disso, estou contente com minha família em Marselha", disse o atacante.

Os outros jogos do campeonato francês desta quarta-feira são PSG contra Valenciennes e Montpellier contra Lille.

O atacante brasileiro Brandão, entrevistado por Elcio Ramalho.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.