Quartas de final do Aberto da Austrália terá duelo espanhol

O espanhol Rafael Nadal derrotou o croata Marin Cilic no torneio Aberto da Austrália.
O espanhol Rafael Nadal derrotou o croata Marin Cilic no torneio Aberto da Austrália. Reuters

Clássico à vista no torneio de tênis em Melbourne. Rafael Nadal, número 1 mundial, vai disputal com seu compatriota David Ferrer uma vaga para a semifinal.

Publicidade

A corrida pela taça do torneio Aberto da Austrália está esquentando, e a próxima rodada já tem clássico à vista. Nesta segunda-feira, em uma partida de 2h31 minutos, o espanhol Rafael Nadal derrotou o croata Marin Cilic, 15º do mundo e semi-finalista em 2010, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/3. Nadal agora vai disputar as quartas de final do campeonato com o seu compatriota David Ferrer, 7º no ranking, que bateu nas oitavas o canadense Milos Raonic, em quatro sets.
Aliando consistência e agressividade, Nadal, o número 1 do mundo, dominou a partida contra Cilic do início ao fim, mesmo se o croata iniciou o embate com bons saques. Os erros não forçados (10 a 18) em favor de Nadal e o melhor aproveitamento de oportunidades de quebra fizeram a diferença em favor do espanhol, que quebrou o saque de Cilic cinco vezes apenas no primeiro set. Ao final da partida, o croata somava 47 erros, contra 21 do espanhol. Com a vitória, Nadal fica a três partidas de conquistar o seu quarto título de Grand Slam seguido, igualando marcas do australiano Rod Laver (1961 e 1969) e do americano Don Budge (1938).
Já Ferrer bateu Milos Raonic por 4-6, 6-2, 6-3, 6-4 .O histórico de confrontos entre ele e Nadal é de 11 vitórias para Nadal e 3 para Ferrer.

O britânico Andy Murray, 5º mundial, também se classificou para as quartas ao derrotar o número 11 do ranking, o austríaco Jurgen Melzer, por 6-3, 6-1, 6-1. Murray, finalista em Melbourne no ano pasado, enfrentará o ucraniano Alexandr Dologpolov, 46º mundial, que surpreendentemente venceu o sueco Robin Soderling, o 4º no ranking e que havia chegado à final no último Roland Garros. O ucraniano de 22 anos conseguiu o que parecia um milagre ao vencer o sueco por 1-6, 6-3, 6-1, 4-6, 6-2.
Completando a tabela, o sérvio Novak Djokovic, 3º mundial, vai tentar bater o tcheco Tomas Berdych, 6º.
O nome do primeiro tenista a garantir uma vaga nas semi-finais do Aberto da Austrália já sai amanhã, em duelo 100% suíço, o primeiro da história do tênis: Roger Federer, número 2 mundial, encara Stanislas Wawrinka. O histórico do confronto é de seis vitórias de Federer contra apenas uma de Wawrinka, que apesar de se situar na 19ª colocação no mundo, tem apresentado um desempenho impressionante no campeonato.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.