Futebol/FIFA

Sem surpresa, Blatter é eleito para quarto mandato na FIFA

Votação para presidência da FIFA, em Zurique, Suíça.
Votação para presidência da FIFA, em Zurique, Suíça. Reuters

Numa cerimônia de mera formalidade, em Zurique, o suíço Sepp Blatter foi eleito para um quarto mandato de quatro anos no comando da Federação Internacional de Futebol, a FIFA. Apesar dos rumores de suborno envolvendo o alto escalão da entidade, a votação foi mantida.

Publicidade

Blatter, 75 anos, recebeu 186 de 203 votos. A eleição se deu por voto secreto e ele precisava de pelo menos 50% das indicações. Segundo o regulamento, cada uma das 208 federações da FIFA têm direito a voto, mas ficam de fora as federações que não participaram de pelo menos duas competições organizadas pela entidade nos últimos quatro anos.

O atual presidente não teve oponente, uma vez que Mohamed Bin Hamman, do Catar, retirou sua candidatura no final de semana, após sete denúncias de que ele teria tentado comprar votos. A FIFA rejeitou o pedido da federação inglesa de futebol por um adiamento da votação para viabilizar a candidatura de outro candidato.

Blatter prometeu reformas radicais da FIFA, incluindo a maneira de escolha para os países-sede da Copa do Mundo. As últimas escolhas, para a Rússia e o Catar, respectivamente em 2018 e 2022, foram muito polêmicas, gerando rumores de compra de votos e subornos. Os rumores de escândalo na FIFA ganharam proporções sem precedentes nas últimas semanas, gerando inquietação por parte dos grandes patrocinadores, temerosos de ver suas marcas ligadas a um órgão corrupto.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.