Tênis/Roland Garros

Campeã de Roland Garros, Na Li é primeira chinesa a ganhar um Grande Slam

Na Li se tornou a primeira chinesa a erguer um trófeu de Grand Slam.
Na Li se tornou a primeira chinesa a erguer um trófeu de Grand Slam. Reuters

Na Li, cabeça de série número 6, entrou para a história neste sábado ao se tornar a primeira chinesa e também asiática a conquistar um torneio de Grande Slam. Aos 29 anos, ela ergueu o troféu de campeã de Roland Garros, após vencer na final a italiana Francesca Schiavone, por 2 sets a 0 com parciais de 6/4 e 7/6 (7/0).

Publicidade

Na Li jogou a raquete e se deitou para expressar toda sua alegria durante a comemoração pela vitória histórica. Antes dela, nenhuma chinesa havia sequer chegado às quartas de finais do torneio parisiense. A China havia apenas ganhado dois títulos em duplas mista e feminina em grandes torneios de tênis. 

No primeiro Grande Slam da temporada, Na Li disputou a final, mas perdeu para a belga Kim Clijsters. Desta desta vez, conquistou o troféu batendo a italiana Schiavone, que defendia seu título do ano passado.

O jogo também serviu de revanche para a chinesa, eliminada por Francesaca Schiavone na terceira rodada na edição de 2010 do torneio. 

"Parabenizo Schiavone e desejo o melhor para ela até o final da temporada" disse Na Li ao receber o troféu de campeã.  Antes, chegou a dizer: " estava com 4/2 (no segundo set) e ela voltou a estar bem  na partida e eu tinha que me recuperar e foi o que fiz", disse. 

No primeiro set o jogo começou bem equilibrado, mas Na Li mostrou maior confiança e concentração e quebrou o serviço da italiana para fazer 3/2 e manteve a vantagem até fechar em 6/4/.  No segundo set ela chegou a abrir 3/1 até sentir a reação da italiana que chegou a fazer 6/5.

No duelo das torcidas nas arquibancadas, bandeiras da China rivalizavam com as da Itália e o público passou a vibrar mais com os pontos da chinesa. No tie brake, Na Li arrasou a italiana e fechou em 7/0.

Roland Garros é o quinto título da carreira da chinesa e o primeiro no saibro, um piso no qual ela já disse não se sentir muito confortável.

Com a vitória, Na Li vai subir da sétima para a quarta posição do ranking e será a primeira chinesa a entrar no famoso “Top 5” das melhores tenistas da atualidade.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.