Tênis/Roland Garros

Nadal conquista 6° título em Roland Garros e iguala recorde de Borg

Aos 25 anos, Rafael Nadal conquista seu 6° título no saibro parisiense.
Aos 25 anos, Rafael Nadal conquista seu 6° título no saibro parisiense. Reuters

O tenista espanhol Rafael Nadal conquistou neste domingo, em Paris, o sexto título de campeão do Aberto da França ao vencer na final o suíço Roger Federer por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 7/6, 5/7 e 6/1 . Aos 25 anos, ele igualou o recorde que pertencia ao sueco Bjorn Borg que jogou e venceu seis finais do Grande Slam francês com a mesma idade.  

Publicidade

Foi mais um duelo de alto nível entre dois tenistas de estilos diferentes, e dois rivais que se admiram mutuamente e dominam a elite do tênis nos últimos anos.

“ É uma vitória especial, afinal é ganhar do melhor jogador de tênis da história” disse Nadal ainda nas quadras sobre seu adversário suíço, vencedor de 16 Grand Slams na carreira, um recorde.
“É um torneio especial e excepcional para mim. Creio que um dos meus maiores sonhos se tornaram realidade”, completou o espanhol que enfrentou o suíço Roger Federer em 4 finais no saibro parisiense e venceu todas.  Rafael Nadal ampliou para 45 seu recorde de vitórias no torneio onde perdeu apenas uma vez, em 2009 para o sueco Robin Soderling.

Aos 29 anos, Roger Federer não chegou ao torneio parisiense como um dos favoritos para chegar à final. Especialistas davam como certo o confronto entre Nadal e o sérvio Novak Djokovic que estava invicto em 2010. Com a vitória de 3 x 1 sobre o sérvio na semi-final, Federer voltava a ter mais uma chance de erguer o troféu dos Mosqueteiros contra seu maior inimigo nas quadras. Mas não foi ainda desta vez.

“Ele provou mais uma vez que é o melhor na terra batida. Tentei mas não deu”, disse Federer já no palco onde recebeu o prêmio pelo segundo lugar. Ele agradeceu especialmente o público que o incentivou durante todo o jogo. Apesar de não ter conquistado o título, Federer disse ter ficado muito orgulhoso de seu percurso no torneio. “Até o ano que vem”, conclui o tenista ao se despedir dos torcedores parisienses.

“Foi um grande jogo e sinto muito por ter vencido mais uma vez”, se desculpou Rafael Nadal se dirigindo ao suíço. “Roger fez um jogo fantástico” disse o espanhol que no primeiro set chegou a estar atrás com 5/2, salvou um set point para depois fechar com 7/5.

“Agradeço todo o público e todas as pessoas que contribuem para fazer deste torneio o melhor do mundo”, disse o espanhol que ao conquistar Roland Garros se mantém como número 1 no ranking e engordou sua conta bancária com o prêmio de 1 milhão e 200 mil euros.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.