Acessar o conteúdo principal
Futebol/ Copa

Presidente da Fifa liga para ministro brasileiro para acalmar tensão

Blatter (em foto de dezembro) prometeu ao ministro brasileiro que declarações como as dadas por Jérôme Valcke "não se repetirão".
Blatter (em foto de dezembro) prometeu ao ministro brasileiro que declarações como as dadas por Jérôme Valcke "não se repetirão". Reuters/Kim Kyung-Hoon
Texto por: RFI
2 min

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, conversou pelo telefone nesta terça-feira com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. Os dois prometeram buscar a harmonia na relação entre o governo brasileiro e a entidade que comanda o futebol mundial, de acordo com o Ministério do Esporte do Brasil.

Publicidade

O contato entre Rebelo e Blatter acontece após uma escalada de tensão em público nas relações entre a Fifa e o governo brasileiro, devido à suposta falta de organização do Brasil para a Copa do Mundo de 2014. Os atritos começaram com as declarações do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que criticou atrasos em obras para o Mundial e disse que os organizadores precisavam levar um "chute no traseiro" para fazer a Copa acontecer.

Ontem, por telefone, Blatter garantiu ao ministro que o episódio "não se repetirá". Mais cedo, por carta, o presidente da Fifa havia pedido uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e Aldo na semana que vem, quando Valcke também tem uma visita ao país agendada.

Uma comissão da Câmara dos Deputados aprovou ontem uma lei sobre a Copa 2014 que era um dos focos da tensão com a Fifa. O texto autoriza a venda de bebida alcoólica nos estádios durante o evento, o que satisfaz as parcerias feitas entre a federação internacional e a marca de cerveja Budweiser.

O consumo de álcool normalmente é proibido nos jogos de futebol no Brasil. Outro ponto importante é a limitação a 300 mil ingressos do número de bilhetes meia-entrada, destinados a idosos, ou de valor reduzido, para estudantes e beneficiados de programas sociais. Para aprovação definitiva, a lei ainda precisa passar pelo plenário.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.