Futebol/PSG

Leonardo é suspenso temporariamente por empurrão em árbitro

Leonardo, diretor técnico do PSG.
Leonardo, diretor técnico do PSG. DR

O brasileiro Leonardo, atual diretor esportivo do time Paris Saint-Germain, foi suspenso provisoriamente pela comissão de disciplina da Liga de Futebol Profissional francesa. A decisão, anunciada na terça-feira 07/05/2013, é conseqüência do empurrão que Leonardo deu no árbitro francês Alexandre Castro. O brasileiro nega a acusação.

Publicidade

Leonardo é acusado de ter agredido um juiz no final de um jogo do PSG com o Valenciennes. Imagens divulgadas pela televisão francesa mostram o brasileiro dentro dos corredores do estádio empurrando, com o ombro, o árbitro Alexandre Castro. O juiz redigiu um relatório complementar que fez com que a comissão de disciplina da Liga de Futebol Profissional da França decidisse suspender provisoriamente o diretor do PSG a partir dessa quarta-feira.

Em comunicado, a Liga justificou que a suspensão por tempo indeterminado se deve à "gravidade dos fatos". Com a decisão, Leonardo não poderá se sentar no banco de reservas da equipe, não poderá ter acesso aos vestiários e não desempenhar função oficial durante o período de instrução do processo. 

Leonardo, que nega ter agredido o juiz, deve ser convocado em breve pela comissão disciplinar. Segundo as normas da Federação Francesa do Futebol, o diretor esportivo do PSG pode pegar até um ano de suspensão. Na segunda-feira, Leonardo se disse surpreso com toda a polêmica e garantiu que não agrediu o árbitro.

O gesto de Leonardo teria sido em reação à polêmica expulsão de Thiago Silva do jogo contra o Valenciennes. O capitão do PSG foi suspenso ontem pela comissão disciplinar por dois jogos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.