Tênis/Roland Garros

Bruno Soares vence a primeira partida em Roland Garros

O torneio de Roland Garros acontece debaixo de chuva neste ano
O torneio de Roland Garros acontece debaixo de chuva neste ano Reuters/Vincent Kessler

O brasileiro alcançou uma marca importante e mantém boa fase no piso que está mais adaptado. As quadras também receberam cobertura para ficarem protegidas da água.

Publicidade

Felipe Zboril, especial para a RFI

Os tenistas e o público sofreram neste terceiro dia do Aberto da França em Roland Garros. Logo pela manhã, a chuva que caiu em Paris atrasou o início das partidas.Todas as quadras receberam cobertura para ficarem protegidas da água. Somente após 3 horas de paralisação os atletas foram para as quadras, e o Brasil, representado por Bruno Soares, número 13 do mundo no ranking de duplas venceu a primeira ao lado do austríaco Alexander Peya.

Os dois conseguiram a vitória sem maiores dificuldades em cima da dupla James Cerretani (Estados Unidos) e Lukas Lacko (Eslováquia) por dois sets a um, parciais de 6/2, 3/6 e 6/1.

“No geral foi uma partida boa, mas o que atrapalhou muito foi o lance da chuva. A gente foi pego de surpresa, mas acabou dando tudo certo. Vencemos o primeiro set, no segundo eles jogaram um bom set. O importante é que mantivemos a calma e no terceiro conseguimos a vitória", afirmou o tenista brasileiro.Além disso, Bruno Soares afirmou que se sente muito bem no piso de Roland Garros.

“A gente cresce no saibro. É a mesma coisa com o Australiano que se dá bem na grama ou o americano que gosta da quadra rápida. Desde pequeno a molecada começa neste piso no Brasil, mas acredito que as quadras rápidas poderiam ser mais valorizadas em nosso país.” Bruno Souza conseguiu a melhor marca no Aberto da França em 2008, quando chegou até as semifinais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.