Copa do Mundo

Fifa diz estar "contente" com liberação do Maracanã para amistoso

Vista aérea do estádio do Maracanã no Rio de Janeiro.
Vista aérea do estádio do Maracanã no Rio de Janeiro. Reuters

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, declarou hoje que está "contente de saber que não há nenhum problema de segurança" com o Maracanã. "Vivemos 30 segundos de angústia", disse Valcke. Ontem, a pedido do governo do Estado do Rio de Janeiro, a Justiça conseguiu revogar a liminar que proibia a realização do amistoso entre o Brasil e a Inglaterra no próximo domingo.

Publicidade

Para a Fifa, o alívio veio sob a forma de um comunicado. O governo do Estado do Rio de Janeiro informou que todos os requisitos de segurança para o amistoso foram cumpridos, mas por uma "falha burocrática" um dos laudos não havia sido entregue à Suderj (Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro). Ontem, a Justiça do Rio de Janeiro, atendendo a pedido do Ministério Público, alegou falta de segurança e chegou a proibir a realização da partida. Essa liminar, porém, foi derrubada em algumas horas.

Mostrando confiança nas autoridades brasileiras, o dirigente da Fifa disse que irá assistir ao amistoso entre o Brasil e a Inglaterra neste domingo. Em tom elogioso, ele disse ainda que o estádio é "maravilhoso" e construído com "materiais de alto nível". "O Maracanã  é com um belo carro que tem que ser dirigido agora", declarou Valcke que participa de um congresso da Fifa nas Ilhas Maurício.

O Maracanã, localizado na zona norte do Rio de Janeiro, está fechado para obras de modernização desde 2010. As obras custaram cerca de R$ 1 bilhão e não estão totalmente concluídas. O primeiro evento-teste no estádio foi realizado no final de abril deste ano com uma partida entre os amigos de Ronaldo e os amigos de Bebeto. Na ocasião, porém, houve muitas críticas, já que entulho, máquinas e tapumes dificultaram a entrada do público.

O segundo dos três eventos-teste que deveria acontecer em maio foi cancelado. O cancelamento foi anunciado um dia depois da abertura de uma cratera em uma das avenidas que passam ao lado do estádio, mas governo do Rio de Janeiro negou que houvesse relação entre os dois fatos.

Desse modo, o amistoso do próximo domingo será a última oportunidade de corrigir as falhas antes da Copa das Conferedações que começa em duas semanas e será o grande teste do Brasil para a preparação da Copa do Mundo de 2014 que começará em 12 de junho.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.