Acessar o conteúdo principal

Atlético e Real vão disputar final histórica madrilenha na Liga dos Campeões

Jogadores do Atlético comemoram classificação para a final da Liga dos Campeões ao derrotar o Chelsea, em Londres.
Jogadores do Atlético comemoram classificação para a final da Liga dos Campeões ao derrotar o Chelsea, em Londres. REUTERS/Sergio Perez
3 min

O Atlético de Madri avançou à final da Liga dos Campeões nesta quarta-feira (30), ao eliminar o Chelsea em Stamford Bridge, casa do clube inglês, com vitória por 3 a 1. O torneio terá uma final 100% espanhola, já que o Real Madri carimbou seu passaporte para a decisão depois de golear (4 a 0) o atual campeão Bayern de Munique na terça-feira.

Publicidade

A final histórica entre os dois clubes vizinhos de Madri vai acontecer no dia 24 de maio, em Lisboa. O técnico do Chelsea, José Mourinho, admitiu que a classificação do rival foi merecida. Depois de um empate de zero a zero no primeiro jogo, o Atlético garantiu a vaga de maneira brilhante em Londres.

O Chelsea abriu o placar no primeiro tempo do jogo com gol de Fernando Torres (36'), mas Adrián Lopez, surpresa como titular, empatou antes do intervalo (44'). No retorno dos vestiários (13'), o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa fez 2 a 1, de pênalti. Doze minutos depois (25'), o turco Arda Turan aproveitou o rebote de uma cabeçada dada por ele mesmo, que acertara a trave, e fechou o placar.

Será a segunda vez que dois clubes da Espanha disputarão o troféu da Liga dos Campeões, depois do duelo entre Real Madri e Valência no ano 2000, quando os merengues venceram por 3 a 0, em Paris. Por outro lado, será a primeira decisão do torneio de elite europeu entre dois clubes da mesma cidade. No ano passado, a final foi 100% alemã, entre o Bayern de Munique e o Borussia Dortmund, mas os clubes são de cidades diferentes.

O Atlético de Madri, do técnico argentino Diego Simeone, faz uma campanha histórica nesta temporada. O time também lidera o Campeonato Espanhol, a três rodadas da final.

Segunda final da história do Atlético

A única vez em que o Atlético chegou à final da Liga dos Campeões foi em 1974, quando perdeu para o Bayern de Munique. O Estádio da Luz, casa do Benfica, vai sediar a decisão entre os dois times inimigos, que têm uma grande rivalidade histórica e milhares de fãs. As ruas de Lisboa vão tremer com a presença dos torcedores espanhóis.

Já o Real sabe o que é a reinar na Europa. O clube merengue lidera a lista da competição com nove títulos europeus, embora o último seja de 2002. O português Cristiano Ronaldo e seus companheiros de equipe estão obcecados pela ideia de conquistar "o décimo" título em 2014.

Aliás, Cristiano Ronaldo quebrou outro recorde individual ao tornar-se o primeiro jogador na história a marcar 16 gols em uma única temporada da Liga dos Campeões. Até agora, esse recorde era de 14 gols e pertencia ao argentino Lionel Messi, do Barcelona (2011-2012), e ao brasileiro José Altafini, do Milan (1962-1963), mais conhecido como Mazzola.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.