Futebol/Turquia

Polícia turca prende suspeitos de ataque contra ônibus do Fenerbahçe

Na Turquia, a polícia deteve dois suspeitos do ataque contra o ônibus do Fenerbahçe.
Na Turquia, a polícia deteve dois suspeitos do ataque contra o ônibus do Fenerbahçe. REUTERS/Stringer

A polícia turca anunciou na manhã desta terça-feira (7) a prisão de dois suspeitos do ataque com um fuzil que atingiu um ônibus do clube Fenerbahçe. Os dois homens, o atirador e um cúmplice, foram detidos e estão sendo interrogados em Trabzon, no nordeste da Turquia. Eles teriam negado qualquer envolvimento no caso.

Publicidade

Segundo o governador de Trabzon, um dos dois suspeitos perseguiu o ônibus transportando os jogadores e a delegação do time de futebol turco, na noite do último sábado (4). Em seguida, ele telefonou para o atirador avisando da passagem do ônibus. Os dois homens, identificados pela agência de notícias Dogan como sendo Nihar S., de 38 anos, e Emre A., de 27 anos, negam as acusações.

O ataque aconteceu em uma rodovia perto do Mar Negro. O veículo viajava em alta velocidade e foi atingido por disparos quando se dirigia ao aeroporto de Trabzon, depois da vitória do Fenerbahçe contra a equipe de Rize, por 5 a 1.

Os tiros quebraram o parabrisa e uma janela lateral e feriram gravemente o motorista, que conseguiu parar o veículo em segurança.

Campeonato interrompido

A Federação turca de futebol suspendeu por uma semana os jogos da primeira divisão do campeonato. A direção do Fenerbahçe pediu a interrupção da competição até o caso ser totalmente esclarecido. Um inquérito foi aberto por tentativa de assassinato com premeditação.

Essa foi a primeira agressão dessa gravidade no futebol turco e provocou indignação geral no país. O Fenerbahçe, do brasileiro Diego, ocupa o segundo lugar no campeonato nacional.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.