Acessar o conteúdo principal

Governo da França mobiliza segurança excepcional para Eurocopa

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, concede entrevista coletiva, em Paris, para anunciar sistema de segurança da Eurocopa.
O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, concede entrevista coletiva, em Paris, para anunciar sistema de segurança da Eurocopa. FRANCOIS GUILLOT / AFP
Texto por: RFI
2 min

O governo francês anunciou nesta quarta-feira (25) que cerca de 90 mil homens, entre eles 73 mil policiais, serão mobilizados para fazer a segurança na França durante a Eurocopa.

Publicidade

O evento começa em duas semanas e segue até meados de julho. O jogo de abertura acontece no dia 10 de junho, no Stade de France, quando a seleção francesa enfrentará a Romênia.

De acordo com o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, a segurança reforçada se dará por duas razões: “a ameaça terrorista e eventuais comportamentos violentos dos hooligans”.

“Trata-se de um evento excepcional e que acontece num contexto excepcional. Por isso, é preciso colocar em prática um sistema de segurança também excepcional”, justificou Cazeneuve.

Os atentados de novembro de 2015, que atingiram os arredores do Stade de France no momento em que a seleção francesa jogava, fizeram com que o governo e os organizadores do evento reforçassem o aparato de segurança previsto anteriormente.

Incidentes no final da Copa da França

De acordo com o ministro, os incidentes ocorridos no último sábado (21) no Stade de France durante a final da Copa da França, justificam a ampliação dos cuidados durante a Eurocopa. Apesar das medidas de segurança, durante o jogo foram registrados tumultos e torcedores que entraram no estádio com rojões.

O desafio dos organizadores é garantir a segurança de 2,5 milhões de espectadores que são esperados na Eurocopa, sendo 1,5 milhão de estrangeiros. Os 51 jogos da competição entre 24 seleções diferentes acontecerão em 10 cidades da França.

Além dos policiais, o governo francês irá mobilizar 5,2 mil seguranças civis, 2,5 bombeiros e 300 especialistas do esquadrão antibombas.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.