Acessar o conteúdo principal
Rio 2016

Ataque da seleção olímpica brasileira decepciona na estreia

Disputa de bola entre o sul-africano Abbubaker Mobara e Neymar no gramado do Mané Garrincha.
Disputa de bola entre o sul-africano Abbubaker Mobara e Neymar no gramado do Mané Garrincha.
Texto por: RFI
2 min

A imprensa esportiva europeia acompanhou de perto a estreia do "Brasil de Neymar" na Rio 2016. Grandes favoritos do torneio, como destacou o jornal francês L'Equipe, os brasileiros dominaram o jogo contra a África do Sul, nesta quintafeira (4), mas não superaram o empate de 0 a 0. "Neymar tentou tudo o que pôde para abrir o placar, mas a Seleção começou mal os Jogos", declarou o canal francês BMFTV.

Publicidade

O empate sem gols do Brasil é o primeiro "pequeno acontecimento" dos Jogos Olímpicos, nota a imprensa. O único consolo para a equipe nacional é que as outras duas seleções do grupo A, o Iraque e a Dinamarca, também deixaram o gramado sem abrir o placar, observou a reportagem da BFMTV. "O primeiro dia de competição no futebol masculino foi quase desperdiçado", disse o repórter do canal francês.

O diário espanhol Marca afirma que "as dúvidas e misérias" da canarinha "foram transferidas para a seleção olímpica", destacando que a seleção sul-africana ainda aguentou meia hora sem levar gols e com um jogador a menos. O Brasil protagonizou um "empate pobre, apesar da vontade de Neymar", avalia o Marca. "A África do Sul jogou um futebol de altíssimo nível, fechando os espaços e evidenciando a falta de lampejo no ataque brasileiro, deixando em apuros uma defesa que nunca deu a sensação de grande segurança", diz o diário espanhol.

O português "A Bola" registrou o empate, "apesar do largo domínio do Brasil e de ter jogado meia hora em vantagem numérica". Neymar e companhia não conseguiram marcar, desiludindo os torcedores que foram ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, relatou o site português.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.