Com brasileiros em campo, Lyon enfrenta o Bayern de Munique na semifinal da Liga dos Campeões

Jogadores do Lyon abraçam Maxwel Cornet, autor do gol mais bonito das quartas de final contra o Manchester City.
Jogadores do Lyon abraçam Maxwel Cornet, autor do gol mais bonito das quartas de final contra o Manchester City. Miguel A. Lopes/Pool via Reuters

Depois da classificação histórica do Paris Saint-Germain a sua primeira final na Liga dos Campeões, o Lyon enfrenta nesta quarta-feira (19) o Bayern de Munique na outra semifinal do torneio, em Lisboa. Os brasileiros Marcelo Guedes, Fernando Marçal e Bruno Guimarães devem iniciar a partida como titulares pelo Lyon. A imprensa local exulta com a possibilidade de ter uma final 100% francesa.

Publicidade

Apesar do favoritismo do Bayern, o jornal Le Parisien acredita que o atual time de Lyon, que foi capaz de eliminar a Juventus e o Manchester City, pode surpreender novamente e derrotar os alemães. O Bayern, no entanto, tem um time muito superior a esses adversários, pondera a AFP.

"Vai ser como escalar o Everest", diz o jornal regional La Depêche. Mas torcedores e o diretor esportivo do clube, o brasileiro Juninho Pernambucano, não desanimam.

O Bayern marcou sete gols contra o Chelsea, oito contra o Barcelona e acumula nove vitórias em nove jogos da Champions. Apesar disso, Juninho reviu o jogo contra o Barça e acha que o clube catalão teve ocasiões de marcar, antes de sofrer a goleada. Juninho espera que os jogadores do Lyon não desperdicem as oportunidades.

O canal de TV EuroSport faz uma aposta na capacidade dos jogadores mostrarem toda sua capacidade diante do desafio que se apresenta. Para o técnico Rudi Garcia e seus jogadores, derrotar o Bayern soa como uma missão impossível. "Mas o impossível não existe para o Lyon", destaca o canal de TV.

Do lado do Bayern, os companheiros de Robert Lewandowski, artilheiro da temporada com 14 gols marcados na competição de elite, o objetivo é erguer a taça sete anos após o último título conquistado no torneio europeu. Em caso de vitória na final, a equipe de Munique repetiria o feito de conquistar os três principais títulos do ano, uma vez que já venceu o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha. A última vez que isso aconteceu foi em 2013. "Seria obviamente a consagração de uma temporada fantástica", disse o ponta Serge Gnabry.

Imprensa francesa vai ao delírio com classificação histórica do PSG

Os torcedores do PSG ocuparam até a madrugada a avenida Champs Elysées e os arredores do estádio Parque dos Príncipes, em Paris, após a vitória por 3 a 0 contra o Leipzig, na terça-feira (18). O PSG está "às portas do paraíso" e prestes a "marcar a história do futebol francês", exalta a imprensa.

"Finalmente, a final!", diz a manchete do Le Parisien. “A força está neles”, acrescenta L'Equipe. Os dois jornais ilustram o triunfo parisiense com fotos da alegria de Neymar e Di Maria.

Uma atmosfera de poesia e magia embala os comentários. “No auge dos seus sonhos, da sua missão e dos seus investimentos, o PSG está finalmente próximo de sua obsessão absoluta, esta taça”, escreve o jornalista Vincent Duluc no L'Equipe. "A qualificação do PSG representa uma alegria histórica para um clube agora livre da sua maldição, bem como um orgulho para o futebol francês", acrescenta.

Uma vitória no domingo contra o Lyon ou o Bayern de Munique permitiria ao time, que optou por ser uma "marca internacional indiferente à divisão nacional", "brilhar de forma diferente" no mundo do futebol, espera o diário esportivo.

Domingo, "será o jogo de uma vida, de um sonho, uma vertigem de amor, [um dia de] festejar a sua história e marcar a do futebol francês e europeu", promete Le Parisien. “O PSG está a poucos minutos de uma consagração que abriria um novo território, sem dúvida o lugar mais bonito do mundo, com uma visão da felicidade deslumbrante”, enfatiza o diário.

Paris na final “não é mais um doce sonho, é uma realidade”, comemora o site So Foot. "Já era hora", após nove anos de investimento do Catar. O So Foot observa que "no ano em que comemora 50 anos, o PSG torna-se a quinta equipe francesa a disputar a final da Liga dos Campeões" e "nunca esteve tão perto de transformar seu sonho em uma bela realidade".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.