Dakar 2021: morre piloto francês vítima de acidente de moto

O piloto amador francês Pierre Cherpin foi hospitalizado no domingo durante a 7ª etapa do Dakar. Vítima de uma queda, ele sofreu um grave traumatismo craniano.
O piloto amador francês Pierre Cherpin foi hospitalizado no domingo durante a 7ª etapa do Dakar. Vítima de uma queda, ele sofreu um grave traumatismo craniano. AP - Jacky Naegelen
3 min

Pierre Cherpin, de 52 anos, teve um grave traumatismo craniano depois de um acidente com sua moto no último domingo (10), e estava em coma artificial. Segundo a organização do Dakar 2021, Cherpin morreu durante sua transferência entre a Arábia Saudita e Paris. A notícia é divulgada horas antes da vitória do primeiro sul-americano a vencer na categoria motos, o argentino Kevin Benavides.

Publicidade

Cherpin era um piloto amador e teve uma queda violenta na 7ª etapa da corrida, entre Há’il - Sakaka. Ele não resistiu aos ferimentos e sua morte foi confirmada nesta sexta-feira (15) por familiares e pela organização do evento.

‘Pierre nos deixou depois de uma febre aguda provavelmente de origem cerebral no avião aeromédico que o trouxe ao Bourget (aeroporto nos arredores de Paris). O médico de reanimação a bordo não conseguiu controlá-la. Pierre não sofreu, nem no momento de sua queda, nem depois”, disse a mensagem publicada na rede social Facebook do piloto.

Em comunicado, a organização do evento confirmou a morte durante sua transferência entre Jeddah e a França. Depois da queda, “as equipes de resgate enviadas ao local de helicóptero o encontraram inconsciente. Levado ao hospital Sakaka, seu boletim médico indicou um traumatismo craniano grave com perda de consciência", informou a Amaury Sport Organisation.

Pierre Cherpin foi operado com urgência por neurocirurgiões e induzido a coma artificial. "O estado dele era considera estável nos últimos dias. Ele foi transportado por um avião aeromédico de Sakaka a um hospital de Jeddah, depois para a França onde ele deveria ser levado ao hospital de Lille", prossegue o texto do comunicado.

O francês participava de seu quarto rally Dakar (2009, 2012, 2015 et 2021). Sua morte é a primeira da atual edição do Dakar. No ano passado, o piloto português Paulo Gonçalves morreu na 7ª etapa entre Ryad e Wadi Ad-Dawasir, também na Arábia Saudita.

Vitória ofuscada pela morte do francês.

O argentino Kevin Benavides (Honda) venceu a edição motos do Dakar-2021 após a conclusão da 12ª etapa entre Yanbu e Jeddah. Ele se torna o primeiro sul-americano a vencer o rally neste categoria. "É verdade, eu ganhei o Dakar, estou super feliz. É impossível de competir um Dakar …" disse ao site oficial do evento.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.