Em dia de final da Copa da França, celebridades dizem se gostam mais de Neymar ou de Mbappé

Mbappé (à esquerda) e Neymar formam uma dupla de ataque que fascina os torcedores franceses.
Mbappé (à esquerda) e Neymar formam uma dupla de ataque que fascina os torcedores franceses. © AP - Thibault Camus

Mônaco e Paris Saint-Germain disputam nesta quarta-feira (19) a final da Copa da França de futebol no Stade de France. O jogo será transmitido na TV aberta francesa, a partir de 21h15 no horário de Paris, 16h15 em Brasília. O PSG entra em campo desfalcado de Neymar, que está suspenso, e de outros jogadores importantes, como o meia Marco Verratti e o zagueiro Layvin Kurzawa.

Publicidade

O PSG, eliminado da Liga dos Campeões e em disputa acirrada pelo título do Campeonato Francês com o Lille, tem chances de erguer o troféu. O ataque do time parisiense será formado por Mbappé, Draxler no lugar de Neymar e Di María. O presidente francês, Emmanuel Macron, estará na tribuna de honra. 

Na expectativa do jogo, e agora que Neymar renovou seu contrato com o PSG, o jornal Le Parisien fez uma pesquisa com políticos, artistas e personalidades da mídia com a seguinte pergunta: "Você é mais Neymar ou Mbappé?". A conclusão é que o coração dos franceses balança entre essas duas estrelas do futebol. 

O jornalista e escritor Bernard Pivot, que ancorou durante décadas os principais programas sobre literatura no rádio e na TV, é mais Mbappé por ele ser, na opinião do jornalista, "mais jovem, forte, rápido, eficaz e simpático".

Já o apresentador de TV Michel Drucker, outra celebridade da televisão francesa, elogia o "talento incrível" de Neymar, mas diz que acaba perdendo o prazer de ver o brasileiro jogar porque ele "fica de fora de muitas partidas por gostar demais de festas". Segundo este apresentador, a maior maturidade de Mbappé em relação a Neymar é perceptível em campo. 

O escritor Philippe Delerm reconhece o "talento estratosférico" de Neymar, mas prefere o jovem atacante francês. Acha, inclusive, que "Neymar inibe a expressão do talento de Mbappé em campo".

Técnica e dribles de Neymar deixam torcedores maravilhados

Mais diplomático, o ex-eurodeputado Daniel Cohn-Bendit, personalidade central da Revolução de Maio de 1968, responde que não vê razão alguma para ter de escolher entre dois jogadores "fascinantes". Para Cohn-Bendit, "Mbappé é capaz de eliminar [o adversário] pela velocidade, enquanto Neymar vence no drible".   

O secretário de Estado da Infância, Adrien Taquet, também fica dividido diante "da técnica de Neymar e da capacidade de aceleração de Mbappé". "Meu ídolo absoluto seria uma síntese dos dois: Garrincha", diz o político, que passou pelo centro de treinamento do PSG.

Outro apresentador de TV famoso, Julien Courbet, não hesita um minuto e diz ser mais Neymar. "Quando ele está 100%, Neymar é o segundo melhor jogador do mundo depois do argentino Messi", resume Courbet.

Outro político, Hugues Renson, vice-presidente da Assembleia Nacional, torcedor "incondicional" do PSG, também afirma ter dificuldade de escolher entre dois jogadores que dão tanto prazer em campo. Mas ele confessa a preferência por Neymar, "pela relação afetiva que ele construiu com Paris" e seus dribles prodigiosos".

"Sempre poderão dizer que Neymar segura muito a bola para virar um jogo sozinho, mas ele é capaz de conseguir isso", exalta o deputado do partido presidencial. "É dessa maneira que o olhar de torcedores, crianças e telespectadores se ilumina, e por isso precisamos de estrelas [como Neymar] em nosso clube, assim como no Campeonato Francês", conclui o deputado. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.