Grã-Bretanha

Ed Milliband é o novo líder da oposição britânica

Ed Miliband em Manchester, durante convenção trabalhista, no dia 25 de setembro.
Ed Miliband em Manchester, durante convenção trabalhista, no dia 25 de setembro. Reuters

O Partido Trabalhista britânico, de oposição, elegeu neste sábado um novo líder, Ed Milliband, 40 anos, para substituir o ex-premiê Gordon Brown. A votação, em Manchester, noroeste da Inglaterra, foi acirrada. O principal concorrente de Ed era seu irmão David, ex-chanceler durante o governo Brown.

Publicidade

Foi uma vitória apertada de Ed, 40 anos, sobre David, 45. O mais novo dos Milliband é também considerado mais de esquerda. Ed Milliband começou a despontar no cenário político quando foi eleito em 2008 ministro da Energia e de Mudanças Climáticas. Ele defendeu a causa ambiental com empenho e discursos inflamados, atraindo popularidade na ala mais radical dos Labours, os trabalhistas.

A guerra do Iraque foi dos temas que dividiu os irmãos. Enquanto David apoiou o conflito, Ed qualificou a invasão do país como “um erro trágico”. Durante a campanha, o irmão mais novo fez apelo à base tradicional dos trabalhistas, ganhando apoio de seis grandes sindicatos que formam um dos três colégios habilitados a eleger o líder dos Labours.

O novo homem forte dos trabalhistas pega pela frente um partido enfraquecido, que só obteve 29% dos votos nas eleições legislativas de maio. A derrota fragorosa acabou com 13 anos de hegemonia no poder, obrigando os trabalhistas a ceder as rédeas do governo britânico a uma coalizão entre conservadores e liberais.

Outros três candidatos concorriam à sucessão de Brown. Cerca de 3,5 milhões de afiliados estavam aptos a votar neste sábado.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.