Europa/Mercosul

Comissão Europeia e Mercosul estabelecem rodadas de negociações

Foto dos Chefes de Estado na 39ª Cúpula do Mercosul, em San Juan, Argentina.
Foto dos Chefes de Estado na 39ª Cúpula do Mercosul, em San Juan, Argentina. Reuters

A União Europeia aceitou retomar as negociações com o Mercosul, inclusive no setor agrícola, apesar dos protestos dos países membros do bloco europeu.

Publicidade

Os representantes da Comissão Europeia, que negocia em nome dos 27 país do bloco,  e do Mercosul encerraram hoje uma nova rodada de negociações para a criação de uma área de livre comércio entre as duas regiões.  A Comissão Europeia decidiu este ano retomar as negociações com o Mercosul, principal concorrente da Europa no setor agrícola, apesar dos protestos de vários países membros, liderados pela França.

Durante a semana de negociações que se encerrou hoje, os dois blocos se comprometeram a estabelecer um calendário que prevê quatro novos encontros até meados de 2011. O comissário europeu para o comércio, Karel De Gucht, tem como objetivo concluir as negociações antes do próximo verão europeu. A próxima rodada de discussões deve ser realizada em Brasília no final de novembro e início de dezembro.

Segundo fontes ligadas ao Mercosul, essa segunda fase de negociações foi "produtiva" em quase todos os campos e as conversas desenrolaram em uma clima "construtivo". As primeiras ofertas comerciais devem ser apresentadas em Bruxelas no início do próximo ano.

O histórico de negociações dos dois blocos é antigo. Os países do Mercosul e da União Europeia estão discutindo a criação de um tratado de livre comércio desde meados da década de 90. Em maio de 2004, o Mercosul e a União Européia apresentaram ofertas de liberalização comercial recíproca, mas não chegaram a um acordo e as negociações permaneceram paradas até este ano.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.