França/Alemanha/Rússia

Sarkozy recebe Merkel e Medvedev para discutir parceria sobre segurança

Da esquerda para direita: O presidente russo, Dmitri Medvedev, a chanceler alemã, Angela Merkel e o presidente francês, Nicolas Sarkozy.
Da esquerda para direita: O presidente russo, Dmitri Medvedev, a chanceler alemã, Angela Merkel e o presidente francês, Nicolas Sarkozy. ©AFP

O presidente francês, Nicolas Sarkzoy, recebe hoje e amanhã, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente russo, Dmitri Medvedev, na Normandia (noroeste da França), para discutir formas de melhorar a cooperação na Europa no setor de segurança. 

Publicidade

 

O encontro das três potências acontece no balneário de Deauville, 20 anos após a queda do muro de Berlim e um mês antes de uma importante cúpula da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que vai decidir o futuro do organismo, criado em 1949 para deter o avanço soviético. Nos últimos anos, vem crescendo as especulações sobre o anacronismo da estrutura.

“Vamos discutir formas de melhor cooperação entre a Rússia e a Otan, pois a Guerra Fria já acabou há muito tempo”, declarou Ângela Merkel. Já Paris quer explicações sobre a oposição da Rússia contra o projeto de escudo antimíssil dos Estados Unidos a ser instalado na Polônia e na República Tcheca e sobre as relações difíceis de Moscou com alguns países do antigo bloco soviético.

Alguns países que não foram convidados, reclamaram, como a Itália, importante parceira comercial de Moscou, a Polônia, vizinha da Rússia, e mesmo os Estados Unidos. Para aplacar as críticas, Paris assegurou outros países da União Europeia que nenhuma decisão será tomada em Deauville e que todos serão informados sobre as discussões. O Eliseu declarou ainda que os Estados Unidos são insubstituíveis, mas que não é proibido discutir segurança entre os europeus.

França, Rússia e Alemanha também discutem assuntos ligados à próxima conferência do G20, em novembro, em Seul, Coreia do Sul. A presidência do grupo dos países ricos e emergentes será assumida pela França por um ano. A partir de janeiro de 2011, a França também vai presidir o G8.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.