Acessar o conteúdo principal
Irlanda/Crise

Ministros europeus oficializam pacote de ajuda à Irlanda

Ministros das Finanças da União Europeia reunidos em Bruxelas.
Ministros das Finanças da União Europeia reunidos em Bruxelas. Reuters

Os ministros das Finanças da União Europeia (UE) , reunidos em Bruxelas, na Bélgica, oficializaram o pacote de 85 bilhões de euros para salvar a economia da Irlanda.

Publicidade

A medida foi anunciada poucas horas antes do parlamento irlandês votar o orçamento para 2011, que prevê cortes drásticos e aumento de impostos no país. As medidas de austeridade a serem adotadas pelo governo de Dublin são parte das condições exigidas por Bruxelas.

Para receber a ajuda financeira da UE e do Fundo Monetário Internacional (FMI), o sistema bancário do velho “tigre celta” deverá ser reformado e o déficit do governo reduzido a menos de 3% do Produto Interno Bruto até 2015.

A Irlanda será o segundo país do bloco europeu a se beneficiar do Mecanismo de Estabilização Financeira da zona do euro, criado no ano passado após a crise da Grécia para ajudar os países mais endividados da zona. Há rumores de que Portugal, Espanha e Bélgica seriam os próximos países a serem socorridos.

Em Bruxelas, após a reunião dos ministros, o comissário para Assuntos Monetários do bloco, Olli Rehn, declarou que os bancos europeus serão submetidos a testes mais rigorosos, a partir de fevereiro próximo.

Não houve avanço nas propostas sobre o reforço do Fundo de Estabilidade Financeira para a zona do euro e a criação de um mercado de títulos da dívida pública europeia. Ambas propostas foram criticadas pela Alemanha.

Letícia Fonseca, correspondente da RFI em Bruxelas

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.