Espanha/aposentadoria

Espanha aumenta idade mínima da aposentadoria para 67 anos

O chefe de governo espanhol, José Luiz Rodriguez Zapatero,  anunciou a mudança da idade mínima de aposentadoria na Espanha
O chefe de governo espanhol, José Luiz Rodriguez Zapatero, anunciou a mudança da idade mínima de aposentadoria na Espanha Reuters

Depois de semanas de discussões, governo, sindicatos e empresários chegaram a um acordo para passar a idade mínima legal para aposentadoria na Espanha de 65 para 67 anos

Publicidade

O governo espanhol aprovou a mudança da idade mínima para aposentadoria nesta sexta-feira. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Alfredo Perez Rubalcaba. Segundo informou o ministério do Trabalho espanhol, um acordo prévio foi fechado nesta quinta-feira com os principais sindicatos do país. De acordo com a nova legislação, a idade mínima para aposentadoria passa para 67 anos. Existe, porém, a possibilidade de se aposentar aos 65 anos, com salário integral, desde que o trabalhador tenha contribuído com a previdência social durante 38 anos e meio.

Com a reforma, os trabalhadores espanhóis devem começar a contribuir, no máximo, aos 26 anos se quiserem se aposentar aos 65, com salário integral. A reforma prevê, entretanto, exceções ou regimes especiais para profissões insalubres ou perigosas , mulheres com filhos ou estudantes com bolsas de estudos.

A mudança nas regras da aposentadoria era uma das prioridades do governo de José Luiz Rodriguez Zapatero. A reforma vinha sendo apontada pelo mercado, investidores e instituições econômicas como necessária para permitir à Espanha relançar a economia e reequilibrar suas contas públicas. Diversos governos europeus adotarm medidas similares. O mais recente foi a França que, apesar da forte pressão popular, conseguiu aprovar a mudança da idade mínima legal para aposentadoria de 60 para 62 anos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.