Seca/Europa

Bruxelas promete fundos contra a seca na Europa

A França é um dos países que mais sofrem com a falta de chuvas que atinge o continente europeu.
A França é um dos países que mais sofrem com a falta de chuvas que atinge o continente europeu. Reuters
Texto por: Lúcia Müzell
2 min

A seca que atinge o noroeste da Europa tem preocupado as autoridades do velho continente. A tal ponto que a Comissão Europeia autorizou nesta terça-feira a liberação de uma ajuda para os agricultores da região caso a situação perdure. A França é um dos países que mais sofrem com a falta de chuvas.

Publicidade

A Comissão Europeia começa agir para evitar que os efeitos da seca, que afeta o continente desde o início do ano, não sejam desastrosos para os agricultores do noroeste do continente. A França é o país mais afetado, com 50% menos de chuvas do que a média do inverno e da primavera, e temperaturas 4 graus superiores ao normal no mês de abril.

Segundo a Comissão Europeia, os índices pluviométricos dos próximos dois meses serão vitais para afastar o risco de repetição do cenário de 1976, o pior ano da agricultura para os franceses. Na época, o setor sofreu prejuízos sem precedentes no século 20.

Reunidos em Bruxelas, os ministros da agricultura dos países europeus pediram que os fundos para plantações e criações de animais sejam liberados no máximo até outubro, dois meses antes do previsto. A França saiu do encontro com a promessa de que 80% da verba destinada à alimentação de vacas leiteiras vai ser liberada antes do prazo normal, se comprovar que os agricultores do país não estão conseguindo contornar o problema da seca. Um plano nacional de ajuda já está em vigor.

De acordo com o comissário europeu de Agricultura, Dacian Ciolos, outra solução emergencial, como uma ajuda de 7.500 euros por produtor rural, poderá ser autorizada nos próximos dias para combater as perdas já registradas em decorrência da seca.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.