Grécia/Zona euro

UE adiou o desbloqueio da quinta parcela de ajuda à Grécia

O primeiro-ministro grego, George Papandreou, pede a aprovação de um acordo nacional para evitar a falência.
O primeiro-ministro grego, George Papandreou, pede a aprovação de um acordo nacional para evitar a falência. Reuters

Após oito horas de negociações no último domingo em Luxemburgo, os ministros das Finanças da zona euro decidiram adiar para julho o desbloqueio de 12 bilhões de euros, equivalentes ao quinto lance do resgate financeiro à Grécia.

Publicidade

Para receber a quinta parcela do pacote de 110 bilhões de euros, concedidos no ano passado pela União Europeia e o FMI à Atenas, e salvar o país da falência, o parlamento grego deverá aprovar as novas medidas de austeridade apresentadas pelo executivo.

Privatizações

Este plano prevê um amplo programa de privatizações destinado a arrecadar 50 bilhões de euros aos cofres públicos e uma rigorosa reforma fiscal, com aumentos de impostos programados nos próximos cinco anos. Caso contrário, a Grécia não vai receber dinheiro suplementar de um segundo pacote de ajuda que os líderes europeus discutem atualmente e a Alemanha faz questão que seja financiado parcialmente por bancos privados.

Os gregos voltaram a se manifestar nas ruas neste domingo contra novas medidas de austeridade. Parlamentares hesitam em aprovar o plano e devem votar na terça-feira a moção de confiança ao novo governo, nomeado no dia 17 de junho pelo primeiro-ministro Georges Papandréou. O premiê grego está em Bruxelas, onde terá encontros com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e outras autoridades do Executivo europeu na véspera da votação crucial do parlamento. Papandréou pediu aos gregos um acordo nacional em torno do plano a fim de salvar a Grécia da falência.

A crise na Grécia ameaça toda a zona do euro. A Itália, apontada como o próximo país em risco, mesmo antes da Espanha, anunciou que está tomando as medidas necessárias para evitar um rebaixamento de sua nota soberana pelas agências de notificação financeira, o que gera a espiral que encarece o refinanciamento das dívidas do país.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.