Acessar o conteúdo principal
Itália/Terremoto

Novo terremoto no norte da Itália deixa ao menos 10 mortos

Novo terremoto desta terça-feira na região de Modena, na Itália, deixou ao menos 10 mortos.
Novo terremoto desta terça-feira na região de Modena, na Itália, deixou ao menos 10 mortos. REUTERS/Giorgio Benvenuti
2 min

O norte da Itália foi novamente atingido nesta terça-feira por um forte terremoto de 5.8 na escala Richter. O tremor foi seguido de três réplicas. Ao menos dez pessoas morreram perto de Modena, na mesma região da Emilia Romagna onde um terremoto no dia 20 de maio já havia deixado sete vítimas fatais.

Publicidade

Segundo o Instituto Nacional de Geofísica, o tremor de terra desta terça-feira foi registrado às 9h no horário local, a uma profundidade entre 5 e 10 quilômetros. O primeiro balanço, ainda provisório, indica a presença de vários feridos e pessoas bloqueadas sob escombros.

O desabamento de uma fábrica na localidade de San Felice del Panaro provocou a morte de três pessoas, outras duas pessoas morreram em Mirandola, uma em Concordia, uma sétima vítima foi encontrada em Finale e uma mulher morreu soterrada em Cavezzo, com o desmoronamento de uma fábrica de móveis. A décima vítima fatal seria o padre da paróquia de Carpi, perto de Modena. O religioso morreu com o desabamento parcial da igreja.

Além de graves danos materiais em igrejas e prédios, esse novo tremor de terra derrubou diversas construções que tinham ficado abaladas pelo terremoto de nove dias atrás, na mesma região, deixando sete mortos e dezenas de feridos.

O tremor desta terça-feira foi sentido em todo o centro-norte da Itália, de Bolzano até a fronteira com a Áustria, passando por Milão e a região da Toscana, onde vários locais foram evacuados por questões de segurança. Em Veneza, uma estátua caiu, provocando pânico entre os moradores. Na fronteira com a França foram adotadas medidas de precaução depois que moradores saíram nas ruas em pânico.

O norte da Itália registrou 417 réplicas desde o primeiro tremor de terra no dia 20 passado. Sete mil desabrigados ainda recebem ajuda da defesa civil, instalados em 89 acampamentos improvisados. 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.