Acessar o conteúdo principal
Espanha/Crise

Milhares de espanhóis vão às ruas contra plano de austeridade

Manifestação nas ruas de Madri, neste domingo 7 de outubro, contra o plano de austeridade do governo.
Manifestação nas ruas de Madri, neste domingo 7 de outubro, contra o plano de austeridade do governo. Reuters
Texto por: RFI
2 min

Milhares de manifestantes protestaram neste domingo nas ruas de Madri contra o plano de austeridade do governo. O primeiro-ministro conservador, Mariano Rajoy, impõe drásticas medidas de contenção de gastos ao país tentando evitar pedir ajuda financeira à União Europeia.

Publicidade

As grandes centrais sindicais espanholas convocaram para este domingo manifestações em 57 cidades do país. Em Madri, o protesto contou com o apoio de partidos da oposição, como o partido socialista. Os milhares de manifestantes acusavam o governo de querer “arruinar o país” impondo mais cortes, mais desemprego e menos proteção social.

O desemprego na Espanha não para de aumentar e atinge 24,63% da população ativa. Os jovens com menos de 25 anos são os mais atingidos, com 53% de desempregados. O governo do primeiro-ministro conservador Mariano Rajoy, é pressionado pelos países da zona do euro a reduzir o déficit público espanhol para 6,3% do PIB este ano. Ele anunciou novas medidas que atingem toda a população, como o aumento do imposto sobre mercadorias, para evitar um plano de ajuda europeu para sua economia que teria graves repercussões sociais e políticas.

Os sindicatos espanhóis preparam uma greve nacional, provavelmente no dia 14 de novembro, que poderá coincidir com uma paralisação em Portugal, também contra a política de austeridade.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.