Acessar o conteúdo principal
Morte/Trote

Enfermeira vítima de trote sobre Kate é enterrada na Índia

Mulher coloca flores sobre o caixão de Jacintha Saldanha durante a cerimônia religiosa na cidade de Shirva.
Mulher coloca flores sobre o caixão de Jacintha Saldanha durante a cerimônia religiosa na cidade de Shirva. Reuters
Texto por: RFI
3 min

Cerca de duas mil pessoas assistiram nesta segunda-feira em uma igreja católica do sudoeste da Índia ao funeral da enfermeira que se enforcou após ter caído em um trote no hospital onde estava internada Kate, a esposa grávida do príncipe William. O drama chocou o público britânico.

Publicidade

De origem indiana, Jacintha Saldanha, de 46 anos, foi encontrada morta no dia 7 de dezembro nos alojamentos reservados para as enfermeiras do hospital de Londres Rei Eduardo 7°, depois de ter caído em uma pegadinha telefônica de dois apresentadores de uma rádio australiana, que fingiram ser a rainha Elisabeth e o príncipe Charles.

O marido da enfermeira, Benedict Barboza, seu filho de 16 anos, Junal, e sua filha de 14 anos, Lisha, tiveram a companhia de familiares e de habitantes da pequena cidade de Shirva durante uma cerimônia religiosa ritmada pelas orações e cantos em konkani, a língua regional.

O caixão foi transportado de Mangalore, no estado de Karnataka, para a igreja Nossa Senhora da Saúde de Shirva, a 50 quilômetros de distância. A enfermeira foi enterrada no cemitério da cidade, onde nasceu seu marido. Equipes de televisão disputavam os melhores lugares para filmar a cerimônia religiosa e o enterro.

O corpo de Jacintha Saldanha chegou domingo da Inglaterra, após uma missa em sua homenagem no sábado na catedral de Westminster. Nascida em Mangalore, ela vivia no Reino Unido há 12 anos, depois de ter morado em Omã com sua família.

Muitas famílias da região têm integrantes que decidiram se exilar na Inglaterra ou nos países do Golfo para encontrar um emprego no setor terciário ou da engenharia e enviar uma parte de seus salários aos parentes que ficaram na Índia.

As razões do gesto de Jacintha Saldanha ainda não são claras. Mas a enfermeira deixou três notas. Segundo o jornal britânico The Guardian, uma das notas fala do trote, outra dá instruções para seu funeral e a terceira é sobre o hospital e contém críticas ao pessoal.

O hospital, onde Kate estava internada devido a fortes náuseas causadas por sua gravidez, garante ter apoiado sua funcionária, que não sofreu nenhuma punição por ter caído na pegadinha.

A rádio australiana 2Day FM, autora do trote, ofereceu cerca de € 400 mil para a família da enfermeira, e suspendeu até nova ordem os dois apresentadores que fizeram o telefonema.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.