Acessar o conteúdo principal
Grã-Bretanha/UE

Cameron diz que Reino Unido não quer “dar as costas“ para Europa

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, durante participação no Fórum de Davos.
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, durante participação no Fórum de Davos. REUTERS/Denis Balibouse
1 min

A Grã-Bretanha não quer dar as costas para a Europa, “bem ao contrário”, declarou nesta quinta-feira, em Davos, o primeiro-ministro britânico David Cameron em referência à proposta feita por ele no dia anterior de convocar um referendo para a população decidir se o país deve permanecer na União Europeia. A proposta desencadeou muita críticas e preocupações por parte dos parceiros europeus. 

Publicidade

A proposta por Cameron foi lançada durante o aguardado discurso sobre a União Europeia, na quarta-feira diante de líderes empresariais e políticos.  "Não se trata de dar às costas à Europa, bem ao contrário. Trata-se de saber como tornar uma Europa mais competitiva, mais aberta e flexível e garantir um lugar do Reio Unido no interior do bloco”, declarou Cameron em Davos, onde participa do 43° Fórum Econômico Mundial.

O premiê explicou querer "negociar um novo acordo" com a União Europeia, que “funcione para o Reino Unido” e que seja aceito pelos cidadãos britânicos. "Não somente será bom para a Grã-Bretanha mas também necessária para a Europa”, afirmou Cameron.

 E ainda mais que "a Europa está ficando ultrapassada em relação à competitividade mundial e negligenciada pelos investidores, e que chegou a hora de torná-la um  motor de crescimento e não ser uma um fonte de custos para o mundo dos negócios e de queixas dos cidadãos”, acrescentou.

 Sob pressão dos eurocéticos, David Cameron se comprometeu a organizar até 2017 um referendo sobre a permanência da Grã-Bretanha na União Europeia, o que desencadeou uma grande preocupação de seus parceiros europeus.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.