Acessar o conteúdo principal
Transporte aéreo

Greve anula quase todos os voos da Lufthansa nesta 2ª feira

A grande maioria dos aviões da Lufthansa ficaram parados nesta segunda-feira, 22 de abril de 2013, devido a uma greve dos funcionários da companhia alemã.
A grande maioria dos aviões da Lufthansa ficaram parados nesta segunda-feira, 22 de abril de 2013, devido a uma greve dos funcionários da companhia alemã.
Texto por: RFI
2 min

Os aviões da maior companhia aérea europeia em número de passageiros, a alemã Lufthansa, estão quase todos parados nesta segunda-feira, 22 de abril de 2013, devido a uma greve do pessoal de solo, que reivindica um aumento de salário.

Publicidade

Dos cerca de 1.800 voos previstos para esta segunda-feira, somente 20 voos de curta distância e 12 voos intercontinentais foram mantidos, de acordo com um porta-voz da companhia alemã.

A maioria dos voos entre Brasil e Alemanha foram cancelados, à exceção dos voos operados em parceria com a TAM. É recomendado aos passageiros consultar o site da companhia para informações detalhadas.

As passagens dos voos cancelados poderão ser reembolsadas ou trocadas por passagens de outras companhia aéreas, quando possível.

Para os trajetos dentro da Alemanha, os viajantes podem trocar a passagem de avião por uma passagem de trem, graças a um acordo com a companhia ferroviária alemã Deutsche Bahn, que previu um reforço no número de trens e de funcionários nesta segunda-feira. 

A paralisação dos funcionários da Lufthansa vai durar somente um dia. Os sindicatos convocaram a greve para pedir um aumento de 5,2% nos salários dos 33 mil funcionários e mais estabilidade no trabalho.

Essa não é primeira vez este ano que os funcionários da companha aérea alemã cruzam os braços. Uma primeira greve no final de março provocou a anulação de 700 dos 1800 voos previstos.

Dez aeroportos na Alemanha foram atingidos pelo movimento de greve, incluindo o de Frankfurt, maior da Alemanha e terceiro maior da Europa. Avisados com antecedência, os passageiros puderam se organizar e os aeroportos alemãs permanecem tranquilos.

Os voos operados pela Germanwings, a filial low cost da Lufthansa, não foram atingidos pela greve.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.