Bento 16/Vaticano

Bento 16 volta ao Vaticano para retiro espiritual

Helicóptero trazendo o Papa emérito Bento 16 chega ao Vaticano
Helicóptero trazendo o Papa emérito Bento 16 chega ao Vaticano REUTERS/Osservatore Romano

O Papa emérito Bento 16, que deixou o cargo em fevereiro, voltou nesta quinta-feira ao Vaticano, onde permanecerá em retiro dentro de um monastério situado na sede da Igreja Católica. Esta é a primeira vez que um ex-pontífice e o Papa moram ao mesmo tempo na Santa Sé. O mosteiro Mater Ecclesiae está situado a poucos metros do convento Santa Marta, onde vive o Papa Francisco.

Publicidade

Desde que deixou o pontificado, o Papa emérito Bento 16 estava hospedado em uma casa de veraneio situada em Castel Gandolfo, perto de Roma. Nesta quinta-feira, ele chegou ao Vaticano por volta das 14h45, de helicóptero. O ex-cardeal Joseph Ratzinger, 86 anos, foi recebido pelo cardeal Angelo Sodano, o secretário do Estado Tarcísio Bertone e "fraternalmente" pelo Papa Francisco, que mora a algumas centenas de metros do monastério, no convento Santa Marta.

Em seguida, o ex-cardeal Joseph Ratzinger se dirigiu ao monastério Mater Ecclesiae, situado nas colinas do Vaticano. O local, de 44 hectares foi escolhido pelo próprio Bento 16 para seu retiro espiritual. Ele já declarou à imprensa que dedicará seu tempo ao estudo e às orações, e que não interferirá na gestão da Igreja. Isso não significa que viverá recluso: poderá passear nos jardins do Vaticano, deixar o local quando desejar e receber visitas.

Bento 16 também terá à disposição quatro empregados que trabalhavam para ele no Vaticano e uma biblioteca. Construído em 1992 pelo papa João Paulo 2, o monastério serve de residência para religiosas de diversas ordens: clarissas, carmelitas e beneditinas.

Saúde de Bento 16 inspiraria cuidados

Esta é a primeira vez que um ex-papa coabita com o sumo pontífice no Vaticano. Nenhum vídeo da sua chegada do Papa emérito será divulgada, segundo a Santa Sé. A decisão, segundo a imprensa italiana, seria para preservar a imagem do ex-pontífice, que apresenta vários problemas de saúde. Ao anunciar seu afastamento, em fevereiro, Bento 16 declarou que não tinha mais “forças suficientes para continuar no cargo”, em grande parte em razão de sua idade avançada. O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, desmentiu que o ex-papa tenha um problema de saúde em particular.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.