Europa/desemprego

Líderes europeus discutem desemprego e união bancária em Bruxelas

José Manuel Barroso, presidente da Comissão Europeia
José Manuel Barroso, presidente da Comissão Europeia
Texto por: RFI
2 min

Desemprego e união bancária são destaque da agenda dos líderes europeus nesta quinta e sexta-feira, em Bruxelas, que também deve discutir a união bancária do bloco.

Publicidade

Letícia Fonseca, correspondente da RFI em Bruxelas

Após cinco anos de crise econômica, a União Européia tem mais de 27 milhões de desempregados e cerca de 50% são jovens, de países como Grécia e Espanha. Uma em cada quatro pessoas com menos de 26 anos está sem emprego no continente.

Recentemente, os governos europeus prometeram engajar os jovens em trabalhos ou estágios, quando eles chegarem no final dos estudos. Porém, a iniciativa ainda não foi implementada. Estima-se que o próximo orçamento plurianual do bloco injete 6 bilhões de euros no projeto. Há quem considere o investimento baixo e afirme que a medida não deve gerar mudanças substanciais.

Outra questão central em Bruxelas é a união bancária no bloco, que pretende federalizar e dividir os riscos de maneira mais uniforme entre os 27 países. O objetivo seria aliviar a pressão sobre os países, e em consequência, reduzir as taxas de juros e os níveis da dívida pública.

Um dos pontos mais polêmicos do projeto é estabelecer a ordem de quem, e em que proporção, vai assumir as perdas em caso de quebra: dos acionistas aos contribuintes.Esta é a última reunião de Cúpula sob o comando da Irlanda. A partir de julho, a presidência rotativa do bloco será exercida pela Lituânia.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.