Itália/nazismo

Corpo de Erich Priebke ex-capitão da SS, continua no aeroporto de Roma

O ex-oficial da SS Erich Priebke antes de ser extraditado para a Itália nos anos 90
O ex-oficial da SS Erich Priebke antes de ser extraditado para a Itália nos anos 90 ©Reuters.

Os restos mortais do criminoso de guerra nazista Erich Priebke continuam no aeroporto militar de Pratica di Mare, no sul de Roma, segundo a agência Ansa, que desmentiu os rumores de que o corpo do ex-capitão da polícia nazista teria sido levado para um local secreto.

Publicidade

Seis dias após a morte do ex-capitão da SS, a polícia nazista, o local de sua cremação ou de sua sepultura ainda não foi divulgado.

O funeral religioso previsto neste terça-feira por padres da comunidade católica integrista foi cancelado por conta da presença de militantes neonazistas, e em meio a protestos contra o facismo.

O advogado de Priebke, Paolo Giachini, afimou que cabe à Itália organizar seu funeral. Segundo fontes do governo italiano, o premiê Enrico Letta está em busca de uma solução "em um contexto técnico e jurídico complexo."

O secretário de segurança de Roma, Giuseppe Pecoraro, declarou que estava em contato com a Alemanha para resolver a questão.

O governo alemão, entretanto, diz que não recebeu nenhuma mensagem das autoridades italianas, que alegam que cabe à família fazer o pedido de repatriamento do cadáver de Priebke.

A lei italiana sobre incineração também exige a autorização dos familiares.

Pecoraro foi criticado por autorizar a cerimônia religiosa pelos católicos integristas, apesar da prefeitura não ter autorizado o funeral.

Seus dois filhos, segundo o advogado de Priebke, vivem nos Estados Unidos e na Argentina, e só pediram que seu corpo "seja respeitado e que ele tenha direito a um enterro como manda a tradição católica."

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.