Europa/imigração

Comissão Europeia apresenta propostas contra imigração ilegal

Cecilia Malmström, comissária da União Europeia para assuntos internos
Cecilia Malmström, comissária da União Europeia para assuntos internos European Commission

O objetivo é evitar uma nova tragédia como a do naufrágio de Lampedusa, que deixou mais de 200 mortos, e reforçar a segurança das fronteiras "para salvar vidas", explicou a comissária europeia para assuntos internos, Cecilia Malmström. O dispositivo também prevê a concessão de asilo no país de origem 

Publicidade

De acordo com a comissão, a Europa deve aumentar o controle das fronteiras externas e reforçar a capacidade de detecção dos barcos no Mediterrâneo.

As patrulhas vão beneficiar de uma plataforma comum e coordenada, que concentrará seus esforços nas principais rotas de imigração entre o Chipre e a Espanha.

O objetivo é possibilitar a rápida ativação de equipes de resgate para socorrer os imigrantes. De acordo com a Frontex, agência europeia de fiscalização das fronteiras, serão necessários 14 milhões de euros para colocar em prática a nova estratégia em prática.

A comissária europeia também pediu que os comandantes dos barcos ilegais não sofram nenhum tipo de sanção caso socorram os imigrantes em um acidente. Outra medida é a implantação de novas áreas de desembarque que seriam colocadas à disposição dos navios.

De acordo com ela, além do recursos destinados às operações de fiscalização das fronteiras, 20 milhões serão direcionados às melhorias dos centros de recepção de estrangeiros.

O plano da Comissão também prevê o reforço da luta contra o tráfico de seres humanos, e as redes criminosas, favorecendo, a troca de informações com os países de origem dos imigrantes.

Segundo estimativas da Europol, serão necessários 400 mil euros a mais por ano para lutar contra esse tipo de tráfico. Para favorecer a imigração legal, a Comissão analisa a possibilidade de avaliar os pedidos de asilo sem que o imigrante esteja em território europeu.

As propostas da Comissão serão discutidas nesta quinta-feira durante uma reunião dos ministros do Interior da União Europeia em Bruxelas, que deverão preparar um plano de ação para a próxima Cúpula dos chefes de estado e de governo.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.