Europa/Tempestade

Tempestade Xaver já matou 9 pessoas no norte e leste da Europa

Moradores de Cuxhaven, cidade balneária alemã no Mar do Norte, observam estragos causados pela tempestade Xaver.
Moradores de Cuxhaven, cidade balneária alemã no Mar do Norte, observam estragos causados pela tempestade Xaver. REUTERS/Fabrizio Bensch

A tempestade Xaver que atinge países do norte e leste da Europa deixou mais quatro vítimas fatais na manhã desta sexta-feira, na Polônia e na Suécia, elevando para nove o número de mortos ou desaparecidos desde o início da ventania na madrugada de quinta-feira. Os danos materiais são limitados.

Publicidade

A principal causa das mortes tem sido a queda de árvores arrancadas pelos ventos de 120 a 150 km/h que acompanham a tempestade hivernal Xaver. No norte da Polônia, uma árvore derrubada pelo vento caiu na manhã de hoje sobre um carro matando três pessoas; uma quarta vítima ferida no incidente foi hospitalizada. A outra vítima fatal também foi atingida pela queda de uma árvore, no sul da Suécia.

Apesar da violência dos ventos e das ondas no Mar do Norte, que ultrapassaram 6 metros de altura, os bombeiros dos países impactados pela tempestade − Polônia, Alemanha, Suécia, Dinamarca e Grã-Bretanha − estimam que as medidas preventivas funcionaram e evitaram uma tragédia maior. 

Esses cuidados não conseguiram, entretanto, evitar algumas mortes. Ontem, um motorista de um caminhão morreu em um acidente provocado pela tempestade na Escócia. Na vizinha Inglaterra, um cadeirante foi esmagado pela queda de uma árvore. Na Dinamarca, um idoso de 70 anos morreu quando a caminhonete que ele dirigia tombou com uma rajada de vento. Na Suécia, dois marinheiros filipinos foram carregados pelas ondas e não há esperança de que seus corpos sejam encontrados.

Nesta sexta-feira, a principal preocupação das autoridades europeias é restabelecer o fornecimento de energia a 400 mil domicílios que estão sem eletricidade no norte da Polônia e em 50 mil casas na Suécia.  A tempestade ganha o norte da Alemanha, mas com menor intensidade.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.