Acessar o conteúdo principal
França/Rússia

Franceses desmentem entrega de navio Mistral à Rússia em novembro

O porta-helicópteros Vladivostok, do tipo Mistral, que a França deverá entregar à Rússia.
O porta-helicópteros Vladivostok, do tipo Mistral, que a França deverá entregar à Rússia. AFP PHOTO / FRANK PERRY
2 min

O governo francês desmentiu nesta quinta-feira (30) que um dos navios de guerra Mistral, vendidos à Rússia, será entregue no dia 14 de novembro, como Moscou chegou a anunciar. O ministro da Economia da França, Michel Sapin, disse que as condições para entrega das embarcações ainda não estão reunidas.

Publicidade

“A condição para a entrega é que tenhamos, na Ucrânia, um dispositivo que vá em direção à normalidade, que permita diminuir a tensão e faça a Rússia ter um papel mais positivo”, afirmou Sapin em entrevista a uma rádio de Paris.

A empresa construtora dos navios, a DCNS, já havia afirmado, na quarta-feira (29), que não havia nenhuma data definida para a entrega dos Mistral, desmentindo dessa forma o anúncio do governo russo. O vice-primeiro ministro russo, Dmitri Rogozine, havia anunciado que o primeiro dos dois porta-helicópteros encomendados pelo governo seriam colocado no mar no dia 14 de novembro.

Críticas da Otan

O anúncio gerou críticas de países membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que repudiam a transação em plena crise ucraniana.

O ministro francês insistiu que ainda é preciso chegar a uma situação de entendimento na região do conflito para que a França possa cumprir o contrato. “De certa maneira, a situação vai melhor, mas ainda há preocupação. Então, neste momento, as condições para entrega não estão reunidas”, enfatizou Sapin.

Assessores diretos do presidente François Hollande reiteraram a mesma posição à Agência AFP. “É exatamente o que o presidente da república já afirmou em Milão e em outras ocasiões: as condições não estão reunidas para a entrega imediata. O presidente não tomou uma decisão”.

Batizada de Vladivostok, a primeira das duas embarcações de guerra encomendadas pela Rússia já está realizando testes no Oceano Atlântico, próximo à cidade de Saint-Nazare, no Oeste da França.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.