Acessar o conteúdo principal
Rússia/Ucrânia

Ator russo gera polêmica com vídeo de guerra na Ucrânia

O ator russo, Mikhail Poretchenkov.
O ator russo, Mikhail Poretchenkov. Wikipedia
Texto por: RFI
2 min

O ator russo Mikhail Poretchenkov, famoso por suas atuações na TV, no cinema e no teatro, é alvo de uma polêmica nesta sexta-feira (31) entre jornalistas que fazem a cobertura do conflito na Ucrânia. O site NovorossiaTV.com, canal utilizado pelos separatistas, colocou no ar um vídeo em que o ator aparece ao lado de combatentes rebeldes no aeroporto de Donetsk.

Publicidade

No vídeo, Poretchenkov se exibe de metralhadura em punho, vestindo um colete à prova de balas e capacete com a inscrição "imprensa", atirando na direção do que parecem ser soldados do exército ucraniano. Há várias semanas, os rebeldes travam combates sangrentos para tomar o aeroporto de Donetsk, que está sob o controle das forças de Kiev. 

Jornalistas russos e estrangeiros ficaram indignados com as imagens. O representante da União dos Jornalistas de Moscou, Pavel Goussev, disse que o vídeo é uma "provocação revoltante". Para Goussev, o ator deve se desculpar perante "todos os jornalistas que arriscam a vida para fazer a cobertura do conflito".

As autoridades de Kiev anunciaram que vão dar queixa na justiça contra o ator. O governo ucraniano quer lançar um aviso de busca contra Poretchenkov via Interpol, "para que ele seja preso e extraditado à Ucrânia", disse o ministro do Interior ucraniano, Arsène Avakov. O serviço secreto ucraniano vai processar o ator "por participação em atividade terrorista".

Em declaração à agência russa Tass, Poretchenkov declarou não ter visto a inscrição "imprensa" em seu capacete. Ele minimizou as ameaças de perseguição judicial, qualificando o episódio de "idiotice".

Desde o início do conflito armado no leste da Ucrânia, sete jornalistas, entre eles cinco de nacionalidade russa, morreram devido aos combates entre separatistas e forças governamentais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.