Naufrágio/Rússia

Naufrágio de navio de pesca na Rússia deixa mais de 50 mortos

O navio de pesca russo Dalniy Vostok, na costa sul da Sibéria.
O navio de pesca russo Dalniy Vostok, na costa sul da Sibéria. captura vídeo TomoWorld

Ao menos 54 marinheiros morreram no naufrágio de um navio de pesca no mar de Okhotsk, na costa sul da Sibéria nesta quinta-feira (2). No total, havia 132 pessoas a bordo: 78 membros da tripulação russos e 54 estrangeiros.

Publicidade

O acidente aconteceu quando eram 6h30 no horário local, ainda noite em Brasília. Segundo um comunicado do Comitê russo de Investigação, emitido nesta manhã, a maior probabilidade é que o navio Dalniy Vostok tenha batido contra um bloco de gelo e causado danos graves na estrutura da embarcação, já que o naufrágio aconteceu muito rapidamente.

As autoridades russas mobilizaram 800 agentes, 26 embarcações e um helicóptero que estavam na região na busca de sobreviventes. Quinze marinheiros ainda estão desaparecidos.

Sessenta e três marinheiros foram resgatados com vida, mas o estado de saúde da maioria dos sobreviventes é grave. Eles sofrem de forte hipotermia provocada pelas baixas temperaturas da água, em torno de 0°C.

A maior parte dos feridos está sendo transportada de helicóptero para um hospital de Magadan, a cidade mais próxima do local onde o Dalniy Vostok afundou. As autoridades informaram que as buscas serão realizadas até o fim do dia, o ritmo das operações deve diminuir com a chegada da noite.

O navio de pesca industrial de 104 metros de comprimento passava meses no mar, durante longas temporadas de pesca. De acordo com os investigadores russos, a embarcação deixou o porto de Vladivostok no dia 3 de janeiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.