Grécia/Economia

Ministro da Grécia vai a Washington discutir reformas com FMI

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, encontrará neste domingo (5), em Washington, a francesa Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional. O encontro deve girar em torno das reformas propostas por Atenas em troca de novos financiamentos.

Publicidade

No dia 9 de abril próximo a Grécia deve reembolsar uma fatia do empréstimo do FMI no valor de €450 milhões. Mas a viabilidade do pagamento não é certa diante das declarações contraditórias do próprio governo grego.

Na sexta-feira (3), o secretário de Estado Dimitris Mardas disse que a Grécia está se esforçando para honrar suas obrigações dentro do prazo. Ao mesmo tempo, o governo admite que o país está com dificuldades de liquidez depois que os credores europeus e o FMI congelaram o plano de ajuda até Atenas aplicar as novas reformas para reestruturar a economia.

Outra declaração que foi desmentida posteriormente foi a do ministro do Interior grego, que afirmou que o país dará prioridade aos salários e às aposentadorias antes de reembolsar os €450 milhões.

Negociações

Na semana que vem, a Grécia espera obter um acordo com seus credores internacionais e as declarações contraditórias dos últimos dias levantam dúvidas sobre a viabilidade ou não do pagamento ao FMI.

Na quarta-feira (1°), a Grécia enviou à Comissão Europeia, ao Banco Central Europeu (BCE) e ao FMI, uma lista mais detalhada de seus projetos de reformas. Mas, para os credores, o texto ainda está longe de atender às expectativas.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.