Alemanha/Clima

Líderes mundiais se reúnem em Berlim para discutir luta contra aquecimento do planeta

A ministra alemão do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, pediu engajamento dos países que participam da Conferência de Petersburgo.
A ministra alemão do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, pediu engajamento dos países que participam da Conferência de Petersburgo. REUTERS/Fabrizio Bensch

Representantes de 35 países estão reunidos em Berlim a partir desta segunda-feira (18) para o “Diálogo de Petersburgo”, evento lançado em 2010 pela chanceler alemã, Angela Merkel, após o fracasso da cúpula de Copenhague, em 2009. O encontro, que dura dois dias, tem como objetivo preparar a Conferência de Paris (COP 21) e conta com a presença da ministra brasileira do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Publicidade

Galton Sé, de Berlim, especial para a RFI

O que cada país está disposto a fazer pelo meio ambiente? Esse é o ponto principal discutido nos próximos dois dias durante do 6° encontro “Diálogo do Clima de Petersburgo”. Além de Angela Merkel, o evento conta com a presença do presidente da França, François Hollande, e representantes de outros 33 países. A ministra brasileira do Meio Ambiente, Izabella Teixeira participa de uma série de reuniões durante o primeiro dia do evento.

O encontro alemão é considerado um momento decisivo para a diplomacia internacional sobre a questão ambiental, já que a reunião é um preparativo para o principal evento sobre mudanças climáticas do ano, a COP 21, realizada em Paris, em dezembro. A conferência na França tem a ambição chegar a um acordo mundial para limitar o aquecimento do planeta.

De acordo com o coordenador do Instituto de Ecologia de Berlim, Ralph Bodle, o Diálogo de Petersburgo vai ter um tom bastante político. A contribuição de cada país para reduzir a emissão de gases que provocam o efeito estufa é o tema mais sensível. A ministra alemã do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, afirmou que as nações precisam encontrar, juntas, um mecanismo ambicioso para diminuir as emissões de gás carbônico e outros poluentes. 

A representante de Berlim também destacou que a implementação de um fundo de financiamento para reduzir os impactos ao meio ambiente será um dos focos dos debates. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.