Acessar o conteúdo principal
Noruega/Estados Unidos

Snowden ganha prêmio de liberdade de expressão na Noruega

O ex-analista informático norte-americano Edward Snowden, em uma entrevista à rede NBC News. 28 de maio de 2014.
O ex-analista informático norte-americano Edward Snowden, em uma entrevista à rede NBC News. 28 de maio de 2014. REUTERS/NBC News/Handout via Reuters
Texto por: RFI
2 min

O ex-consultor da Agência de Segurança Nacional (NSA) americana Edward Snowden conquistou nesta terça-feira (2) um prêmio pela liberdade de expressão na Noruega, o que levanta a questão de sua eventual viagem ao país escandinavo, aliado dos Estados Unidos. Snowden, de 31 anos, ganhou o prêmio Bjornson "por seu trabalho de proteção da vida privada e por ter ilustrado de forma crítica a vigilância dos cidadãos pelos Estados", anunciou o júri.

Publicidade

Acusado de espionagem pelo governo dos Estados Unidos depois de ter revelado a dimensão dos programas de monitoramento da NSA, Snowden − hoje exilado na Rússia − foi convidado a receber o prêmio na Noruega no dia 5 de setembro. A situação cria constrangimento para o governo norueguês, que é aliado de Washington.

A academia Bjornstjerne Bjornson − nome de um escritor norueguês prêmio Nobel de Literatura em 1903 − pediu ao governo a garantia de que Snowden não será extraditado, se decidir comparecer para receber o prêmio de 100 mil coroas norueguesas, o equivalente a R$ 39.950,00, em Oslo.

O ministério de Justiça dinamarquês informou que a análise do caso cabe à Agência de Imigração, que por sua vez indicou que não adotaria uma posição até receber um eventual pedido do interessado.

Desde o ano passado, o nome de Snowden consta da lista de indicados ao Prêmio Nobel da Paz, que é concedido em Oslo. Ele concorreu com 272 candidatos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.